Condições de trabalho e formação na enfermagem são debatidos em Fórum no Amazonas

O evento será composto por entidades das diversas áreas de representação da área

Foto: divulgação

Será realizado, nesta terça-feira (20), o lançamento do Fórum de Entidades de Enfermagem do Amazonas. O evento, realizado no Auditório da Escola de Saúde da Universidade do Estado do Amazonas, unidade (UEA/ESA), será composto por entidades das diversas áreas de representação da enfermagem no estado do Amazonas como os sindicatos: SINDIPRIVI, SINPROENF, SINDSAÚDE, as entidades ABEN, ABENFO, MAE, PREn, Comitê de Luta pelo Piso Salarial da Enfermagem além de Comissões organizadas em vários municípios como: Boa Vista do Ramos, Barcelos, Tefé, Manacapuru, Careiro, Alvarães, Nhamundá, Presidente Figueiredo, Lábrea e Maués.

O objetivo do Fórum é ser um amplo espaço de representação da enfermagem, dialogar a respeito das condições de trabalho durante o exercício profissional, processo de formação profissional, ampliação da participação da categoria na formulação das políticas públicas, incentivo à pesquisa, empreendedorismo além da ocupação da enfermagem nos espaços de poder do legislativo e executivo.

De acordo com o Dr. Darlisom Ferreira, presidente da ABEN-AM, o Fórum constitui um importante instrumento de luta e de posicionamento da enfermagem amazonense, é o elo que faltava para que as entidades pudessem dialogar de forma ampla sobre os vários aspectos que envolvem a profissão.

Graciete Mousinho, presidente do SINDIPRIVI afirma que é um momento único e que a enfermagem precisa estar unida, especialmente para enfrentar a luta para a garantia de direitos aos profissionais de enfermagem.

Elton Aleme, da coordenação do Comitê de Luta pelo Piso Salarial afirma que o Fórum é um instrumento importante para a consolidação da Enfermagem, com isso nós assumimos a maturidade do protagonismo coletivo, da luta e do diálogo conjunto. É um espaço para todas, todos e todes, onde efetivamente a enfermagem pode dar às mãos.

O evento contará com a participação das representações nacionais da categoria como a CNTS, FNE, ABEN e COFEN.

Por conta da pandemia o evento será realizado de forma híbrida com quantidade limitada de participantes e seguindo os protocolos da OMS e MS quanto ao distanciamento, uso de máscara e álcool em gel.

(*) Informações da assessoria