Condomínio onde caixas d’água caíram foi entregue há 2 semanas com presença de ministro

Uma das caixas rompeu e parte dela caiu no chão — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, participou, no dia 14 de dezembro, da cerimônia de entrega de chaves aos moradores do Residencial São Roque, em Cariacica, na Grande Vitória, onde duas caixas d’água de aço com cerca de 15 metros cederam na manhã desta quarta-feira (30).

Um bombeiros hidráulico que fazia manutenção em uma das caixas ficou gravemente ferido ao ser arremessado de cima da estrutura para um dos prédios. O homem foi encaminhado ao Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória.

De acordo com o material divulgado pelo ministério no dia da cerimônia de entrega, a obra recebeu investimentos de R$ 40,67 milhões do governo federal.

Ministério disse que está trabalhando para atendimento emergencial às famílias, apuração das causas do desabamento e apresentação de soluções para o restabelecimento da infraestrutura.

As duas caixas caíram por volta das 9h em um intervalo de 20 minutos de uma para a outra. Uma das caixas foi totalmente ao chão e a outra ficou escorada no topo de um dos prédios.

O Residencial São Roque é uma obra do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Dos 14 blocos do condomínio, os dois atingidos estão interditados.

Os moradores dos blocos atingidos foram para casa de parentes no início da noite de quarta. Outras 15 famílias receberam moradia da construtora e foram levadas para um hotel da Grande Vitória.

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) disse que “tão logo teve ciência do desabamento de duas caixas d’água do empreendimento habitacional Residencial São Roque, solicitou providências à Caixa – responsável pela contratação e acompanhamento da referida obra”.

Ainda de acordo com o ministério, as equipes técnicas do MDR e da Caixa “estão trabalhando em conjunto com a construtora responsável pela obra, para o atendimento emergencial às famílias, a rápida apuração das causas do desabamento, bem como a apresentação de soluções que serão empregadas para o restabelecimento da infraestrutura”.

Prefeitura de Cariacica

De acordo com a Prefeitura de Cariacica, o empreendimento é de responsabilidade do Governo Federal, pois faz parte do projeto “Minha Casa, Minha Vida”. A obra foi realizada pela empresa Cobra Engenharia.

Nesse processo, coube à Prefeitura de Cariacica – por meio da Gerência de Habitação – cadastrar famílias que não possuíam casa própria e que habitavam áreas de risco ou em situação habitacional precária.

Caixa

Em nota, a Caixa Econômica Federal disse que “foi informada pela Prefeitura de Cariacica sobre o desabamento de reservatórios de água do Residencial São Roque. Imediatamente enviou equipe técnica ao local e acionou a construtora Cobra Engenharia para prestar atendimento às famílias e implementar as medidas emergenciais necessárias”.

A Caixa informou também que “o empreendimento foi construído pela Cobra Engenharia, construtora responsável pela obra e pelo atendimento emergencial às famílias, bem como pelas providências necessárias ao restabelecimento do abastecimento de água e demais reparos necessários nas edificações”.

“A Caixa acompanha de perto as ações da construtora, em especial em relação à acomodação e assistência às famílias afetadas”, diz outro trecho da nota.

A Caixa divulgou que realizará perícia técnica para identificar as causas do problema e as responsabilidades, “bem como continuará acompanhando a situação do empreendimento até a sua solução plena, dando o suporte técnico necessário para resguardar o patrimônio e segurança das famílias”.

Empresa

A empresa Cobra Engenharia disse que “está fornecendo os cuidados necessários para os moradores, incluindo fornecimento de água potável e alimentação e hospedagem. Está providenciando carros pipa para o condomínio e já trabalha na solução para o restabelecimento do fornecimento de água”.

A Cobra disse ainda que “a empresa paulista responsável por projetar, produzir e montar as torres de água foi acionada desde o momento do acontecido estando a Cobra Engenharia no aguardo de posicionamento acerca das razões do incidente e providências por parte da responsável. A empresa lamenta o ocorrido e vem trabalhando incansavelmente na solução dos problemas e buscando as causas do infortúnio e se compromete a acompanhar e cobrar ações para a resolução, o mais breve possível, para a volta da normalidade dos moradores”.

“A Cobra Engenharia atua no segmento de construções no Programa Minha Casa Minha Vida desde a implementação do programa, sempre prezando pela qualidade das obras, segurança e solidez nas construções, aplicando a melhor técnica e usando produtos de qualidade em todos os seus empreendimentos. A empresa vem colaborando com as autoridades na busca da resolução dos problemas com a maior brevidade possível”, diz parte da nota da empresa.

Polícia

A Polícia Civil informou que o fato foi registrado, inicialmente, como acidente de trabalho e será investigado por meio da Delegacia Especializada de Acidentes de Trabalho (DEAT).

“O local do acidente será periciado e somente após o resultado do laudo da perícia de engenharia, será possível determinar a causa do acidente e responsabilizações. Todas as medidas legais foram adotadas e estão tramitando dentro prazo legal”, divulgou a polícia.