Conmebol abre novo processo contra o River Plate

A Conmebol abriu ela mesma um novo processo disciplinar contra o River Plate por conta dos atos de violência cometidos por um grupo de torcedores do clube no último sábado (24), dia em que estava marcada a partida final da Libertadores. O jogo acabou suspenso quando um ataque contra o ônibus que levava os atletas do Boca Juniors deixou alguns jogadores feridos.

Os processos são julgados no Tribunal de Disciplina, um órgão independente da Conmebol.

Um processo referente ao caso já foi encaminhado a entidade, e tem autoria do Boca Juniors. O clube pede os pontos do jogo de volta e, consequentemente, ser declarado campeão da Libertadores. Lembrando que o primeiro jogo da final foi realizado na Bombonera, e terminou empatado em 2 a 2.

Neste novo proceso encaminhado na entidade, com autoria da Conmebol, pede sanções ao River por não ter garantido a segurança no jogo que seria disputado no seu estádio. Com isso a Conmebol busca que o Tribunal de Disciplina negue o recurso do Boca, e puna o River Plate, mas não o suficiente para impossibilitar o segundo jogo da final da Libertadores.

O presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez publicou uma carta no site da entidade, na noite da última segunda-feira(26) em que deixa claro que prefere ver a final decidida dentro de campo.

Fonte: Notícias ao Minuto