Anúncio

Copa Amazônica de Karatê será neste sábado (19) em Manaus

 

A federação Amazonense de Karatê (FAK) realiza, neste sábado (19), a partir das 13h, no Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, situado na avenida Brasil, bairro Santo Antônio, zona centro-oeste, a Copa Amazônica de Karatê que faz parte do 4º Circuito Open Nacional 2018 da modalidade.

Estão confirmados no torneio mais de 70 atletas vindos dos municípios de Coari e de vários estados, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Pará, Rondônia e Roraima. Está confirmada ainda a presença do repórter carateca, Diego Moraes, na gravação de mais um episódio do quadro “Diego San” para o programa Esporte Espetacular. Diego é faixa preta e está seguindo todos os passos para alcançar o índice e garantir vaga para as Olimpíadas de Tóquio – 2020.

Os atletas de base, de 6 a 17 anos, começarão a disputa a partir das 13h e os duelos prometem ser muito disputados, afinal, é a última competição que formará a seleção amazonense para disputar as duas últimas fases classificatórias para o campeonato brasileiro, portanto, quem quiser representar o Amazonas, terá de se esforçar nesta competição.

Sênior – Além desta seletiva para compor a seleção amazonense, a competição reúne atletas de alto nível da categoria Sênior, que disputarão pontos para o ranking que levará os melhores dessa categoria para a seleção brasileira. A disputa dessa categoria terá início a partir das 18h30.

Para o presidente da FAK, Washington Melo, receber este evento no nosso Estado, mostra o quanto o Amazonas está em alta com a modalidade e o respeito que se tem pelos atletas do Norte. “Essa competição mostra que o Amazonas está entre os melhores do Brasil, podendo sediar eventos de grande porte da modalidade e trazendo cada vez mais respeito aos atletas do Nortistas, pois temos um qualitativo de excelência. Estamos igualados com os estados dos grandes centros em relação a competência e capacidade. É um evento que a federação lutou bastante para tê-lo aqui e que é de suma importância para os atletas de pontas que querem pontuar para o ranking e chegar às Olimpíadas de Tóquio-2020”, destacou o presidente.

O secretário Sejel, Manoel Almeida acredita que os amazonenses alcançam grandes resultados na competição. “Competir em casa é sempre melhor, pois os atletas se sentem mais tranquilos, além de contarem com o apoio da família e dos amigos, o que também colabora para que eles conquistem resultados positivos. Tenho certeza que na Copa Amazônica teremos muitos atletas amazonenses no lugar mais alto do pódio”, comentou o secretário.