Corinthians: queda na Libertadores tira R$ 20 milhões do orçamento

Foto: Reuters

A eliminação precoce na Copa Libertadores, ainda na segunda fase preliminar, diante do Guaraní-PAR, nesta quarta-feira (12), em Itaquera, fez com que o Corinthians deixasse de ganhar R$ 19,8 milhões em premiações da Conmebol. O valor estava previsto no orçamento do clube para 2020, que calculava que o time chegaria no mínimo às oitavas de final da principal competição sul-americana.

Além da ausência das premiações, o Corinthians também deixará de arrecadar com a bilheteria da Libertadores, torneio em que a renda bruta dos ingressos costuma ultrapassar a casa dos R$ 2 milhões. No jogo da eliminação contra o Guaraní, ontem, por exemplo, esse valor foi de R$ 2.225.657,34.

Vale lembrar que só por jogar duas vezes contra o Guaraní, o Corinthians já assegurou US$ 500 mil (R$ 2,1 milhões) de premiação da Conmebol por participar da segunda fase da Libertadores. Agora, porém, fica sem o restante das receitas da competição.

O orçamento corintiano de 2020 prevê ainda premiações que correspondem às oitavas de final da Copa do Brasil e ao sétimo lugar, no mínimo, do Campeonato Brasileiro.