Covid explode em hospitais e previsão é de internações triplicando na próxima semana

0

Paciente com Covid-19 na UTI do Hospital Emilio Ribas, em São Paulo – Foto: Miguel Schincariol

A escalada dos casos e internações por Covid-19 chegou à rede de hospitais particulares da cidade de São Paulo, que já vê suas salas de espera lotadas. Considerando a curva de hospitalizações dos últimos dois dias, o Hcor estima que o número de internados triplique na próxima semana.

Em dez dias, a instituição viu o número de 54 atendimentos diários de pacientes com síndrome gripal saltar para 128. Até essa sexta-feira (3), 66% dos testados recebem confirmação de Covid-19, e 7% deles acabam sendo internados.

Temendo a sobrecarga do sistema de atendimento, o Hcor voltou a recomendar que a busca pelo atendimento no pronto-socorro ocorra apenas quando houver dificuldade para respirar ou piora do quadro após o quarto dia de sintomas.

Já no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, o percentual de pacientes que receberam o diagnóstico de infecção pelo vírus foi, só na última quarta-feira (1º), 92% maior do que todas as confirmações registradas em maio.

Na mesma data, o índice de pacientes com sintomas gripais que procuraram pelo pronto atendimento da instituição foi 261% maior que o observado no primeiro dia do mês anterior.

O número de internações no hospital em 1º de junho era 620% maior do que há um mês, em 1º de maio.

Nesta sexta-feira, o Hospital Sírio-Libanês tem 45 pacientes internados por causa do coronavírus ou com suspeita de infecção —oito deles em UTI. Há três dias, havia 30 hospitalizados e, há dez dias, apenas 22.