CPI da Exploração Sexual vota relatório nesta quarta

CokayNesta quarta-feira (04), a CPI que investiga a exploração sexual de crianças e adolescentes leva a público as conclusões tiradas ao longo desses 2 anos de investigação. A comissão se reunirá às 14hrs, no Plenário 14 da Câmara, para discutir e votar o relatório final, com a presença de diversas entidades de defesa dos direitos da criança e do adolescente. O parecer preliminar, apresentado na última quarta (28), pede o indiciamento de 33 pessoas e apresenta propostas legislativas para estabelecer tratamento mais rigoroso para esses crimes. Uma das proposições determina que haja a federalização de casos em que o acusado possua poder econômico ou político.

A presidente da CPI, deputada Erika Kokay (PT-DF), afirmou que é importante que comissão possa contribuir de forma efetiva para o rompimento da cadeia de violações. “A impunidade naturaliza a exploração sexual e isso não pode ser naturalizado. Além disso, provoca muito temor àqueles que ousam denunciar”, disse.

A CPI foi instalada em 2012. Desde então, realizou diligências a 11 estados e mais de trinta audiências públicas. Um dos casos mais emblemáticos investigados pela CPI é o de Coari, no Amazonas, onde o prefeito, Adail Pinheiro, é acusado de chefiar uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes.