Crianças Yanomami com malária morrem por falta de socorro

A aldeia fica numa região isolada – Foto: Reprodução

Com sintomas de malária e falta de socorro médico, duas crianças Yanomami morreram na Comunidade Xaruna, Região de Parima. A informação foi repassada pelo Conselho Distrital de Saúde Indígena Yanomami e Ye’kuana (Condisi-YY) nesta sexta-feira (10).

O presidente do Condisi-YY, Júnior Hekurari Yanomami, informou que as mortes ocorreram porque não havia gasolina para fazer o transporte fluvial, tampouco combustível para a remoção aérea até a capital Boa Vista.  Em maio, o Conselho denunciou a morte de uma criança com desnutrição grave devido à demora na remoção.

Das duas vítimas mortas pela falta de socorro, uma era um bebê de apenas seis meses. A outra não teve a idade informada.

Um ofício relatando a situação e pedindo providências foi enviado à Sesai e ao Ministério Público Federal (MPF).

*Com informações do G1