'Crossfire' é game gratuito que mais faturou em 2013, diz pesquisa

crossfiref2pO game gratuito para jogar (“free-to-play”, ou F2P) “Crossfire” foi o título do gênero que mais faturou em 2013, segundo um levantamento da companhia Superdata, com uma receita bruta mundial de US$ 957 milhões.

Títulos F2P podem ser baixados de graça, mas costumam oferecer benefícios por meio de microtransações dentro do jogo. No caso do game sul-coreano de tiro em primeira pessoa “Crossfire”, as vantagens pagas são armas e itens melhores.

Na pesquisa da Superdata, o game de ação on-line (ou MOBA) “League of Legends” está em segundo lugar com US$ 624 milhões de faturamento. Já o ex-líder de audiência “World of Warcraft”, da Blizzard, em declínio desde 2010, aparece em sétimo na lista, com US$ 213 milhões arrecadados.

O MMORPG (RPG on-line massivo) “Star Wars: The Old Republic”, que em 2012 adotou o F2P e as microtransações como uma opção de monetização, fica com a oitava posição, enquanto que a Valve aparece em nono e décimo lugares com “Team Fortress 2” e “Counter-Strike Online”.

Veja o ranking de games F2P que mais faturaram em 2013, segundo a Superdata:

01- “Crossfire” (Tencent/SmileGate): US$ 957 milhões
02- “League of Legends” (Tencent/Riot Games): US$ 624 milhões
03- “Dungeon Fighter Online” (Nexon): US$ 426 milhões
04- “World of Tanks” (Wargaming.net): US$ 372 milhões
05- “Maplestory” (Nexon): US$ 326 milhões
06- “Lineage I” (NCSoft): US$ 257 milhões
07- “World of Warcraft” (Activision/Blizzard): US$ 213 milhões
08- “Star Wars: The Old Republic” (Electronic Arts): US$ 139 milhões
09- “Team Fortress 2” (Valve): US$ 139 milhões
10- “Counter-Strike Online” (Valve/Nexon): US$ 121 milhões

Fonte: G1