Custo da cesta básica teve pequena diminuição em julho, aponta Dieese

Influenciado pela queda do preço do tomate, o custo da cesta básica de Manaus, no mês de julho, diminuiu R$ 6,65 em relação ao mês de junho, e ficou custando R$ 361,44. A informação é do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) que divulgou, nesta sexta-feira (4), a pesquisa mensal do preço da sexta básica.

Em julho, conforme a pesquisa, os produtos que ficaram mais baratos nas prateleiras dos supermercados foram, além do tomate, o arroz, óleo de soja, banana, entre outros. Porém, produtos como a manteiga, feijão e leite estavam mais caros para os consumidores.

“Oito produtos apresentaram queda e quatro tiveram alta no mês analisado, influenciando o custo total da mesma, que ficou 1,81 % mais barata no mês”, disse Inaldo Seixas, diretor do Dieese.

Seixas  informou ainda que no mês anterior o conjunto de itens alimentícios essenciais custava R$ 368,09. Em julho de 2016 a cesta básica custou R$ 404,22 e a variação acumulada nos últimos doze meses ficou em -10,58%.

Conforme a pesquisa divulgada, o tomate (-7,79%), foi o produto que apresentou maior queda no mês seguido do arroz (-7,44%), do óleo de soja (-5,34%), da banana (-5,25%), do açúcar (-3,05%), da carne (-1,74%), da farinha (-1,60%)e do pão (-1,51%).

Dos itens que ficaram mais caros para o consumidor manauara a pesquisa do Dieese aponta que a manteiga (14,21%) foi o produto que apresentou maior alta no mês seguido do feijão (4,57%), do leite (2,45%) e do café (0,63%).

Com a diminuição do valor da cesta, Manaus passou a ocupar a 23° colocação no ranking das cestas básicas mais baratas, dentre as 27 capitais onde é realizada a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, no mês anterior ocupava a 21º colocação.