Dallas classifica vetos do governador como desrespeito a Assembleia e ameaça ir à Justiça

Dallas 25

“Senhor presidente, estamos votando os vetos do governador aos nossos projetos sem conhecer os termos destas manifestações do Executivo. Isso nos impede de exercer a plenitude de nossa atividade parlamentar e abre brecha para um recurso à Justiça. Se isso não mudar, é isso que vou fazer”. A manifestação indignada do deputado Wanderley Dallas, dirigindo-se ao presidente da Assembleia Legislativa, Josué Neto, dá bem a noção do humor dos deputados, que tiveram cerca de 30 projetos de lei vetados na totalidade pelo governador José Melo.

Dallas argumentou que determinados vetos do governador são meramente políticos.Um de seus projetos obrigava as escolas a manter um histórico médico dos estudantes, Na justificativa, o deputado dizia que acidentes ocorrem corriqueiramente no ambiente escolas e nestas ocasiões os estudantes chegam aos postos de saúde ou hospitais sem qualquer documento que ajude no atendimento. “Por que o veto a um projeto como este, que não geraria quase nenhuma despesa e ajudaria a preservar nossos estudantes?” questiona ele.

Na esteira desse primeiro projeto, Dallas sugeriu a adoção de cardápio diferenciado nas escolas estaduais para alunos com reações alérgicas, como aqueles que têm intolerância à lactose. “Bastava readequar o gasto”, disse ele.

“A maioria dos projetos, inclusive dos deputados de oposição, foram vetados aparentemente com o mesmo argumento: a crise. Ora, isso é uma afronta aos deputados. Não estamos aqui apenas para servir de figuras decorativas e dizer sim a tudo que é projeto esdrúxulo do Governo. Estamos aqui para legislar. Uma pena que o presidente, ao invés de defender o poder, prefira prestar serviço ao Executivo”, concluiu.