Daniel Alves festeja reeencontro com Xavi no Barcelona: ‘Voltamos para ajudar’

Getty

O lateral-direito Daniel Alves ainda não sabe quando fará sua estreia oficial neste retorno ao Barcelona. Mesmo assim, o brasileiro não poupa elogios para o clube e ao reencontro com Xavi, faz juras de amor e revela o motivo de acertarem com os catalães. “Voltamos para ajudar.”

Daniel Alves está entre os dez jogadores que testaram positivo para a covid-19 e vai ter de passar por um período de isolamento antes de ficar à disposição do treinador, seu amigo e parceiro na época do Barcelona “vencedor” que encantou o planeta na década passada.

Por enquanto, ele fez apenas um jogo pelo time, na Copa Diego Armando Maradona, um jogo amistoso contra o Boca Juniors em homenagem ao ídolo argentino que morreu faz um ano. Foi o suficiente para mostrar que pode fazer a diferença. E ele não esconde sua ambição.

“Estou feliz de trabalhar com Xavi, fizemos história quando jogamos juntos. É outro desafio voltar ao clube com esta condição. Amamos tanto este clube que, por isso, voltamos para ajudar”, afirmou o lateral de 38 anos à emissora Alkass Sports Chanells, do Catar, país sede da Copa do Mundo de 2022.

“Tinha a sensação de que voltaria ao Barça e, por mais que algumas pessoas não tenham entendido, estou de volta. Temos que trabalhar para reconstruir um grande Barça e, para isso, necessitamos de estabilidade e solidariedade”, enfatizou, antes de revelar não ter voltado antes por causa do ex-presidente Josep Maria Bartomeu, dirigente na época de sua saída.

“Não teria aceitado uma oferta sua (de Josep Maria Bartomeu). Saí quando ele era o presidente e não tinha sentido voltar a trabalhar com ele”, admitiu. Ele saiu em 2016 por não se sentir “cômodo” no clube.