David agradece os 3,3 mil votos recebidos em Novo Airão

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado David Almeida (PSB), foi ao município de Novo Airão (a 195 quilômetros da capital), Região Metropolitana de Manaus (RMM), nessa quinta-feira (25), para agradecer a votação expressiva que recebeu no primeiro turno das eleições deste ano. David ficou em primeiro lugar, com 3,3 mil votos, correspondente a 47,99%.

“Serei eternamente grato a vocês por terem me presenteado com a maior votação proporcional em todo o Estado. E é com essa mesma confiança que vocês depositaram em mim, que peço para depositarem no Frederico e no Baliza. Novo Airão não pode errar”, afirmou o parlamentar.

David também chamou a atenção dos eleitores para que analisem bem os candidatos ao Governo e a Presidência da República e que votem com responsabilidade.

“Está em nossas mãos, o futuro do nosso Estado e do nosso país para os próximos quatro anos. O voto tem consequência e não podemos errar. Ainda temos tempo para analisar as propostas dos candidatos e escolher com responsabilidade o que queremos para nossas famílias”, salientou.

David foi candidato a governador do Amazonas, pela Coligação Renova Amazonas, tendo como vice, o vereador Chico Preto (PMN), e ficou em terceiro lugar com mais de 417 mil votos. Ele ressaltou que apresentou durante a sua campanha, um plano de desenvolvimento e, apesar de não ver nos dois candidatos o mesmo compromisso, espera que o governador eleito seja o melhor para a população.

“Eu quero o melhor para o meu Estado, independente de quem seja o governador. Optei em não apoiar nenhum deles nesse segundo turno. Mas, espero que o eleito faça o melhor para desenvolver o nosso Estado em todos os municípios. O Amazonas pode ser um lugar melhor para se viver. Eu continuo acreditando nisso”, observou.

O parlamentar lembrou que, Anamã e Novo Airão, vão ter eleições suplementares para escolha do prefeito neste domingo (28). Nos dois municípios, os novos gestores municipais vão ter dois anos de mandato.

Com informações da assessoria do deputado.