David Almeida anuncia reajuste salarial e pagamento de 14º e 15º salários para os servidores da Educação (ver vídeo)

O reajuste foi anunciado para mais de 2,5 mil pessoas, no auditório do Studio 5, no Distrito Industrial, zona Sul.

Foto: Divulgação

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou, nesta terça-feira (5), durante evento de “Valorização do Servidor”, o pagamento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e o reajuste de 10,94% no salário dos servidores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Além disso, ele também anunciou o pagamento do 14º e 15º salário aos trabalhadores.

“Nós vamos pagar a data-base, o reajuste, todo o retroativo, de janeiro até 2021. Vamos pagar para a educação a bonificação das escolas, as que alcançarem os índices, o 14º e o 15º salários. Além das progressões, o que já estamos pagando, é um direito dos profissionais da educação. É isso que a administração pode fazer por vocês, servidores públicos, mas agora cabe a cada um de nós, dos profissionais da educação, fazer o melhor por Manaus. A educação básica está nas mãos dos professores municipais, pois vocês têm as joias da nossa educação, as pessoas que serão preparadas e formadas para o nosso futuro”, enfatizou o prefeito.

Os anúncios realizados para a educação pública municipal, ocorreram em comemoração ao Dia Mundial do Professor, cuja data, 5/10, foi proclamada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em 1994, e antecipa a comemoração do Dia Nacional do Professor, comemorado em todo Brasil no dia 15 deste mês, data tão importante e deve ser destaque na gestão municipal.

Reajuste

Com aporte de R$ 66 milhões para atender os mais de 15,5 mil funcionários da ativa com acesso ao benefício, o reajuste de 10,94%, passará a contar nos vencimentos dos profissionais da educação, a partir de outubro de 2021, composto por 2,05%, retroativo de janeiro a abril de 2021 e 8,89%, retroativo a maio de 2021. A adequação atingirá também os servidores aposentados com direito a paridade.

Os percentuais são baseados no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acumulado no período, relativo à data-base dos anos de 2019-2020 e 2020-2021.

David Almeida também destacou a importância de motivar o gestor público, marca da sua gestão no município e em outros cargos públicos que já ocupou.

“Valorizar o servidor público, fazer com que ele trabalhe motivado, faz ele render mais e melhor para a sociedade, essa é a premissa para a Prefeitura de Manaus, e eu como cidadão que nasceu em um local pobre, sei o quanto isso significa para nossos profissionais da educação, por isso sempre lutei por essa classe, enquanto fui governador e presidente da assembleia”, pontuou Almeida.

O secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino, destacou que receberão ainda mais benefícios aqueles que cumprirem as metas e ajudarem a elevar o padrão da educação na rede municipal de ensino de Manaus.

“Nós estaremos premiando as escolas que atingirem as metas de alfabetização dos nossos alunos, e eu tenho certeza que todos os nossos profissionais estão envolvidos para que possamos atingir as metas, para os alunos do 1º, 2º e 3º ano fundamental. Vamos também premiar, sem nenhum atraso, aquelas escolas que atingirem a meta do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), do exame nacional, com 14º e algumas com 15º salário. Com esses parâmetros, estabelecidos a partir do ano que vem, o prefeito irá fazer o pagamento dos prêmios”, salientou Pauderney.

O profissional do magistério com 20 horas, em início de carreira, receberá acumulado, até o fim do ano, o valor aproximado de R$ 2.300 e com 40 horas semanais, receberá o valor aproximado de R$ 4.600.