David vai investir em programas sociais e empreendedorismo para os jovens

“Investir em capacitação empreendedora, por meio da criação de oportunidades e da geração de emprego e renda para a juventude amazonense”, essa é uma das propostas presentes no Plano de Governo do candidato a governador do Estado pela coligação Renova Amazonas, David Almeida (PSB), para combater a cooptação de jovens pelo crime organizado. A ação, inserida no conjunto de iniciativas da Rede de Proteção ao Cidadão e que soma investimentos em educação, esporte, cultura e lazer, foi tema da caminhada que David realizou nessa quarta-feira (22) no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste.

O candidato apontou que o resultado da ausência do Estado na atenção aos jovens reflete no crescimento do envolvimento deles com a criminalidade, fomentado por facções criminosas. Segundo ele, dentro desse cenário, a taxa de homicídios de jovens entre 15 e 29 anos, no Amazonas, entre 2006 e 2016, foi de 82% – superior à média geral do Estado, que foi de 72% no período levantado. “São números alarmantes que colocam o Amazonas como o 14º Estado com a maior taxa de homicídios no Brasil. Para livrar os amazonenses desse cenário, o governo precisa fazer parte da vida das pessoas, com propostas e investimentos na vida delas”, disse.

David disse, ainda, que a escalada da violência tem sido ainda mais preocupante neste ano. Dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) apontam que, nos seis primeiros meses de 2018, já foram registrados 436 homicídios somente na capital. Em junho, a pasta registrou o total de 102 homicídios. “Tudo isso é resultado do crescimento do tráfico de drogas e do crime organizado. Para combater isso, precisamos investir, não só, na modernização da segurança, mas, principalmente, em projetos de infraestrutura, de educação, esporte, cultura, lazer e cidadania, com atenção redobrada às áreas de risco social”, explicou o candidato.

Com a integração dos projetos “Jovem Novo” e “Renda Sustentável”, nesse conjunto, além de desenvolver uma política de atração de investimentos em serviços de alto impacto na geração de emprego de curto prazo, o candidato afirmou que vai implantar o programa menor aprendiz no setor público, além de estimular o empreendedorismo no Amazonas, com a criação da Escola de Formação de Jovens Empreendedores.

Além do processo de formação empreendedora, o projeto vai criar um banco de jovens amazonenses empreendedores e, em parceria com empresários, conselhos profissionais e organizações da sociedade civil, buscar fomentar as boas ideais de inovação e tecnologia.

“Os nossos jovens moradores de áreas de risco social estão sendo recrutados pelo crime organizado. Nós vamos criar oportunidades para que eles possam trilhar o caminho do bem, longe do controle da criminalidade. Entre os nossos projetos, temos, ainda, a proposta para qualificar os ensinos médio, tecnológico e superior, para os potenciais de mercado de trabalho, além de criar um portal voltado para o primeiro emprego direcionado a jovens estudantes da rede pública de ensino”, explicou David.

Moradora do bairro Jorge Teixeira, a estudante do ensino médio Cecília Paiva dos Santos, 19, disse que ela e suas amigas vivem hoje sem perspectiva de um futuro com emprego e salário bom para realizar seus sonhos e ajudar suas famílias. Ela relatou que tem visto muitos jovens da sua comunidade seguirem no caminho do tráfico, porque parece ser o mais fácil. Na sua avaliação, tudo é fruto da falta de oportunidades para a juventude. “Se nós jovens tivéssemos mais oportunidades de capacitação, de emprego e cultura, acredito que não viveríamos nesse caos que vivemos hoje, de insegurança”, disse Cecília.

Matéria de responsabilidade da assessoria do candidato.