De volta à capital, Arthur Neto reúne secretariado e cobra avanço nas obras

Foto: divulgação Semcon

 Nessa quarta-feira (29), o prefeito de Manaus , Arthur Virgílio Neto,  voltou às atividades depois de se recuperar da Covic-19. Ele reuniu com o  secretariado, por videoconferência, para tratar sobre as inúmeras obras e projetos em andamento aqui na capital.

“Apesar da pandemia, a prefeitura seguiu firme com o andamento das obras. Estava em tratamento, mas acompanhava de longe, on-line. Hoje, foi o dia de fazermos um diagnóstico geral do andamento de todas as nossas obras. Não podemos perder o ritmo, uma vez que temos dinheiro em caixa para executar todas elas. Então, vamos apertar alguns prazos”, disse o prefeito.

A Biblioteca Municipal João Bosco Pantoja Evangelista, já restaurada, a Praça Dom Pedro II, o Mercado Municipal Cunha Melo, ambos no Centro, e o Centro de Controle de Zoonoses, na Compensa, Zona Oeste, são algumas das obras que serão entregues nos próximos dias.

“Estamos com obras prontas, algumas não foram entregues por conta da pandemia. Vamos estudar a possibilidade e retomar as inaugurações nos próximos dias, claro, que com todo o cuidado necessário”, destacou Arthur, recomendando, ao final do encontro, que todos se cuidem ao máximo, porque o vírus da Covid-19 é perigoso.

Acompanhado pela primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, que preside o Fundo Manaus Solidária e a Comissão Especial de Paisagismo e Urbanismo, Arthur Neto definiu a infecção pelo novo coronavírus como uma doença traiçoeira e que deve ser evitada ao máximo.

“Quando eu faço o balanço do primeiro dia fora do hospital, sinto que vou ter um trabalho gradativo, para recuperar minha melhor forma e estou fazendo exercícios, tanto aeróbicos quanto respiratórios, para isso. Eu recomendo que todos façam o possível para evitar essa doença, porque nem os médicos sabem dizer o que vai acontecer. Então, sugiro que se mantenham seguros, se preservem, fujam e lutem para não contrair essa doença”, recomendou.

(*) Informações da Semcom