Decisão do TJAM: Iran Medeiros perde a presidência da Câmara de Coari e vereador Bat volta a presidir a Casa

Iran e Bat 2

Os desembargadores das Câmaras Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM), por unanimidade, acompanharam voto da desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado pelo acatamento de agravo de instrumento impetrado pelo ex-presidente da Câmara Municipal de Coari, vereador Iliseu Monteiro, mais conhecido por “Bat”. O agravo de instrumento solicitava a desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado que reformasse decisão anterior na qual, através de liminar, concedida aos vereadores Iran Medeiros e Raimundo Nonato de Souza Coelho (Natinho), ela anulou a eleição para a Mesa Diretora, realizada em novembro do ano passado, naquela Casa Legislativa. Na eleição, o vereador Iliseu Monteiro foi eleito com a totalidade de votos dos membros da Casa, 15 vereadores.

“Entretanto de posse das informações constantes nos autos de reconsideração, o entendimento exposto na decisão por mim exarada passa então a relegar a liminar concedida não mais encontrando a ilegalidade anteriormente alegada pelos impetrantes. Isso exposto dou provimento ao Agravo Regimental”, relata a desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado em sua decisão, acompanhando parecer do Ministério Público do Estado (MPE-AM) considerando que a eleição para a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Coari foi realizada dentro dos parâmetros de legalidade.

Após a anulação da eleição através de decisão liminar, o vereador Iran Medeiros, respaldado por outra liminar, desta vez concedida pelo desembargador Rafael Romano, realizou uma nova eleição no dia 18 de março onde conseguiu assumir a presidência da Casa e, consequentemente, o cargo de prefeito em exercício de Coari. Com a posse de Raimundo Magalhães, Iran Medeiros deixou a Prefeitura de Coari e agora também sai da presidência da Câmara de Coari, após decisão do tribunal de Justiça. ” Essa decisão prova que tem justiça para Coari e no estado do Amazonas”, comemorou o advogado Adroaldo Alexandre, representante jurídico do vereador Iliseu Monteiro.(Any Margareth)