Defesa Civil inicia planejamento de ações de prevenção em áreas de risco

Em parceria com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), a Defesa Civil de Manaus deu início ao planejamento para as ações de prevenção e vistorias, a serem realizadas neste segundo semestre, nas áreas que foram mapeadas como risco alto (R4). Em reunião realizada na última terça-feira (22), foi organizada uma ação integrada nas áreas de risco a ser iniciada no próximo dia 28.

Participaram da reunião as secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf), Limpeza Pública (Semulsp), da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Planejamento urbano (Implurb), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Subsecretaria de Habitação de Assuntos Fundiários (Subhaf).

A ação vai servir de embasamento para o início da execução da Carta Geotécnica de Manaus, projeto realizado entre o CPRM e a Casa Militar de Manaus, que tem a proposta de monitorar todos os tipos de risco existente nas áreas vulneráveis da capital amazonense.

De acordo com o secretário da pasta, Cláudio Belém, as ações serão realizadas nas principais localidades mapeadas como risco alto em deslizamento e desabamento. “Por meio desse levantamento conseguiremos nos antecipar e agir de forma emergencial e preventiva aos casos de desabamentos e deslizamentos, principalmente no período chuvoso em que aumentam as incidências de ocorrências na cidade”, explicou.

As vistorias técnicas que serão realizadas no segundo semestre deste ano são resultado da atualização do mapeamento de áreas de risco iniciado no mês de janeiro, ocasião em que foram identificadas 851 moradias vulneráveis em áreas de risco geológico muito alto, em 15 bairros de Manaus, sendo a maior concentração nas zonas Norte e Leste da cidade.