Defesa iguala recorde e ajuda Grêmio a fechar turno no topo da tabela

O Grêmio encerrou o primeiro turno do Brasileirão na parte de cima da tabela e, a partir da eliminação na Copa do Brasil, deverá dar ainda mais importância ao campeonato. A presença no topo da classificação tem muita influência do sistema defensivo, que levou apenas oito gols em 19 partidas e igualou o recorde da estatística que pertencia a São Paulo e Corinthians.

Em 2007 e 2013, os times paulistas fecharam o primeiro turno do Brasileiro com somente oito gols sofridos. No caso do Grêmio, a marca se torna relevante pelo estilo de jogo e contexto.

Com Renato Gaúcho, o Grêmio se transformou em uma equipe ofensiva. Neste Campeonato Brasileiro, contudo, o time gaúcho tem apenas o sexto melhor ataque após o primeiro turno. Também um reflexo da política do clube até aqui.

A prioridade era disputar os títulos em mata-mata, Copa do Brasil e Libertadores. Assim, titulares foram preservados ao longo do primeiro turno do Brasileirão para manter o fôlego em partidas decisivas.

“Agora vamos ter um tempinho a mais para nos recuperarmos. Inter e São Paulo jogam uma vez por semana, essa é a vantagem deles. Mas o Grêmio nunca deixou o Brasileiro de lado. Esse jogo é mais uma prova de que o Grêmio está ligado no Brasileiro. O Grêmio tem 36 pontos, até quarta-feira estava disputando três competições e mesmo assim está entre os quatro primeiros. Isso é excepcional, graças ao trabalho de todos no clube. Não vou mandar ninguém se cuidar, mas mais do que nunca o Grêmio vai brigar pelo Brasileiro, sim”, disse Renato Gaúcho após a vitória diante do Corinthians, no último sábado, em São Paulo.

Na quarta-feira, o Grêmio abre o returno diante do Cruzeiro, em Porto Alegre. A tendência é que a escalação seja quase com o time ideal em campo, preservando poucos nomes. No sábado, contra o Atlético-PR em Curitiba, a equipe será reserva em virtude do segundo jogo com o Estudiantes, pelas oitavas de final da Libertadores.

Fonte: Folhapress.