Denúncia aponta falha no cartão do ‘Auxílio Estadual’ em supermercado de Manaus (ver vídeo)

O "Auxílio Estadual" é um benefício pago pelo Governo do Amazonas desde janeiro de 2021

auxílio estadual denúncia

Foto: Divulgação/Secom

O Radar Amazônico recebeu neste domingo (16) denúncias de que o cartão do programa “Auxílio Estadual”, benefício pago pelo Governo do Amazonas, está apresentando falhas no supermercado Baratão da Carne, do bairro Grande Vitória, na zona Leste de Manaus.

Segundo a denúncia, a falha acontece no momento que vai efetuar o pagamento da compra, e muitas pessoas deixam a mercadoria no caixa.

“O cartão está dando não autorizado e tem muita gente não conseguindo fazer as compras é estamos deixando as compra no caixa […] Além disso, muitas pessoas estão passando por constrangimento no Baratão da Carne do Grande Vitória”, relatou a denúncia.

Com isso, liga o alerta sobre a possível falha do cartão do “Auxílio Estadual” em outras sedes do supermercado Baratão da Carne.

Resposta

O Radar Amazônico entrou em contato com o Governo do Amazonas e também com o supermercado Baratão da Carne para falarem a respeito da denúncia. Até a publicação desta reportagem, não houve retorno.

Polêmicas

O programa “Auxílio Estadual” foi anunciado pelo governador Wilson Lima (PSC), em janeiro de 2021, para ajudar famílias em situação de vulnerabilidade social durante a pandemia da Covid-19 na capital e no interior do Amazonas.

Entretanto, o benefício vem somando diversas polêmicas nos últimos meses. Constantemente, o Radar vem mostrando os contratos milionários do governo de Wilson com publicidade e propaganda, enquanto outras áreas como a educação e saúde sofrem com precariedade e má gestão de recursos públicos.

O deputado estadual Dermilson Chagas (sem partido), em novembro de 2021, ressaltou na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) apontou que os gastos de Wilson Lima com publicidade são maiores que com o Auxílio Estadual.

De acordo com a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), em 2022, o objetivo é entregar cerca de 28 mil cartões restantes, sendo 16 mil na capital e 12 mil nos 61 municípios do interior.

Confira o vídeo