Depois de erro no Enem, alunos relatam suposto erro no Sisu

 

Depois da divulgação de notas erradas de quase seis mil candidatos no Enem, alunos estão relatando um suposto problema também no Sisu. O ministro nega problemas.

De acordo com os estudantes, o sistema não está tirando da segunda opção alunos que já conseguiram uma vaga na primeira escolha. Isso faz com que a nota suba artificialmente.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, publicou um vídeo afirmou que não há problemas.

— Fiquem tranquilos. O sistema está funcionando bem. Não se levem por gente que quer o mal de vocês ou quer causar o terror — afirmou. — A gente está olhando a preocupação.

No entanto, ele não falou sobre o ponto principal da reclamação dos estudantes. Ele gravou um vídeo com Thiago Leitão, coordenação-geral de Programas de Ensino Superior no MEC.

— Não tem problema. O que está acontecendo é que o boletim do candidato do Sisu divulga as duas opções dele. Então ele dá a nota tanto da primeira, quanto da segunda opção. E essa nota é relativa. É de corte naquele momento. Conforme mais inscritos vão se inscrevendo, aumenta a nota — afirmou Leitão.

Segundo o ministro, muitas das reclamações são feitas por pessoas vinculadas a “partidos radicais de esquerda” e que “gostam de certos indivíduos que gostam de colocar o terror nas pessoas”.

Funcionamento

Durante o período em que o Sisu está aberto, os estudantes acompanham as notas de corte das suas duas opções. Caso ela suba além da sua pontuação, eles buscam outro curso.