Deputada entrega título de Cidadão do Amazonas para o antropólogo Alfredo Wagner

A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) entregou nesta sexta-feira (3), na Assembleia Legislativa, o título de Cidadão do Amazonas para o antropólogo e professor Alfredo Wagner Berno de Almeida, membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). A solenidade foi presidida pelo deputado Abdala Fraxe (Podemos), contou com a presença do deputado Luiz Castro (Rede), e autoridades e da comunidade acadêmica do Estado.

A homenagem foi proposta pela deputada, que destaca o merecimento de Alfredo Wagner, com o reconhecimento do Legislativo por ser um dos maiores pesquisadores do País e referência internacional em assuntos da Amazônia, povos amazônicos e quilombolas, etnicidade, conflitos, movimentos sociais, processos de territorialização e cartografia social.

“Tenho muito orgulho de ser autora da entrega desse título. É uma homenagem e um reconhecimento do povo do Amazonas a sua dedicação ao desenvolvimento da região”, destacou Alessandra.

Alfredo Wagner é Doutor em Antropologia Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978). Nasceu dia 14 de setembro de 1947 em Leopoldina, Minas Gerais, e mora em Manaus desde 2004.

O homenageado em seu discurso agradeceu a homenagem, e aproveitou a oportunidade para pedir apoio da Assembleia Legislativa para que articule junto ao Governo Federal a criação de uma representação do Ministério da Ciência e Tecnologia dentro do Estado.

“Eu acho que isso representaria um avanço muito grande porque, por um lado pode envolver universidades, instituições de pesquisa, o setor industrial e a Fundação de Amparo à Pesquisa, que está totalmente desamparada em certo sentido, que não está cumprindo plenamente tudo isso que o potencial indica que poderia ser cumprindo num sentido de desenvolvimento da pesquisa, da Ciência e Tecnologia”, comentou.

Segundo ele, o quadro é dramático, existe a previsão de cortes no Orçamento para 2019 que poderão resultar na suspensão do pagamento de quase 200 mil bolsas de estudo e pesquisa.

Com esse pedido os deputados se comprometeram a enviar um documento solicitando ao Governo Federal uma representação do Ministério da Ciência e Tecnologia para o Estado.