Deputada pede medidas responsáveis para atender animais de zoológico do Tropical 

Foto: Reprodução/AC

A presidente da Comissão de Meio Ambiente, Proteção aos Animais e Desenvolvimento Sustentável (Caama) da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputada Joana Darc (PR) afirmou nessa última quinta-feira (1º), que é preciso pensar com responsabilidade sobre as medidas a serem tomadas em relação aos 230 animais silvestres do Zoológico do Tropical Hotel, que fechou as portas em maio deste ano. 

“É importante ressaltar que estamos falando de animais silvestres, e estes animais tem todo um procedimento de manejo que precisa ser respeitado, pois tem toda uma questão de adaptação desse animal. E também precisamos reforçar aqui que Ibama, Cetas, Dema e zoológico do Cigs não tem condições para receber os mais de 200 animais do Zoológico do Tropical. São muitos animais e cada um com suas especificidades que precisam ser respeitadas, por isso precisamos pensar de maneira responsável quando se trata do destino deles”, disse Joana, durante seu pronunciamento no primeiro dia de Sessão Plenária.

A presidente da Caama explicou ainda que no dia 18 de julho, durante uma visita técnica realizada no zoológico,  foi constatado pela comissão e órgãos que acompanharam a fiscalização como Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema), que os animais estão sendo bem tratados e cuidados da melhor maneira, dentro da medida do possível, pelos responsáveis técnicos do local. 

A parlamentar reforçou que no mesmo dia foi realizada uma reunião com os representes dos órgãos para discutir possíveis alternativas para que os animais permaneçam em estabilidade e segurança.

“Estamos agindo de forma preventiva para garantir que os animais permaneçam com o bem-estar garantido, com alimentação adequada e bem cuidados. Por isso discutimos a possibilidade de reabrir o local para visitação do público, com o objetivo de arrecadar fundos para que os responsáveis possam manter os animais em segurança e com qualidade de vida, com apoio de ONGs e voluntários. E como Comissão de meio ambiente estamos abertos a outras sugestões e também ideias para possamos ajudar ainda mais os animais que estão no Tropical”, informou a deputada.

Ainda de acordo com ela, a Comissão continua em tratativas com os órgãos responsáveis, especialistas e organizações não governamentais, e mantendo diálogo diário com o responsável pelo zoológico para garantir a destinação segura, com baixo impacto ambiental e que garanta o bem-estar dos animais.

Com informações da assessoria da deputada.