Deputado alerta sobre descontrole de gastos públicos do Governo

O deputado estadual Luiz Castro (Rede) alertou, nessa quarta-feira (17), a respeito do descontrole dos gastos públicos do Governo de Amazonino Mendes (PDT), candidato a reeleição neste ano, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM). Segundo o parlamentar, os gastos já atingem o limite prudencial, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Existem também 625 contratos sem licitação, que comprovam a falta de cuidado e de respeito à legislação, por parte daquele que se diz experiente e que prometeu arrumar a casa”, criticou Luiz Castro.

Na avaliação do deputado, o Governo – que prometeu arrumar a casa -, não planejou a gestão da Saúde, nem dos demais setores da administração estadual, gastando muito mal o dinheiro público, e comprometendo, assim, a aplicação dos recursos para o próximo ano em áreas prioritárias.

Dentre as irregularidades apontados pelo deputado, estão o contrato da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) com a Clínica de Produção por Imagem de Manaus (Prodimagem), no valor de R$ 2,2 milhões, e que pertence à Vera Lúcia Mello da Frota, esposa do atual secretário Orestes Guimarães.

“Isso é um atestado de ilegalidade, a Susam não poderia contratar a clínica da esposa do secretário para prestar serviços ao Estado”, denunciou o deputado.

Com informações da assessoria do deputado.