Deputado Belarmino Lins manifesta pesar e destaca vida pública de Gláucio Gonçalves

belarmino lins

Em Moção de Pesar aprovada por unanimidade pelo plenário da Assembleia Legislativa, o deputado Belarmino Lins (PMDB) registrou, nesta quarta-feira (03), a morte do ex-vereador, ex-prefeito e ex-deputado estadual Gláucio Bentes Gonçalves, falecido às 22 horas da noite de terça-feira (2), em Parintins, sua terra natal, aos 83 anos de idade.

“Sem dúvida alguma, o nosso Estado perde um de seus melhores filhos, exemplo de dedicação ao serviço público com ética, competência, aplicação e elevado senso de responsabilidade no desempenho de suas funções quer executivas ou parlamentares”, disse Belão. O ingresso de Gláucio na vida pública, de acordo com o 1º vice-presidente da ALEAM, remonta ao ano de 1955 quando da sua eleição para a Câmara Municipal de Parintins, para a qual ele se reelegeria quatro anos depois. A seguir, venceria a disputa para a Prefeitura da Ilha do Boi Bumbá, em 1965, exercendo o seu primeiro mandato executivo até 1973.

No ano seguinte, em 1974, Gláucio seria eleito pela primeira vez deputado estadual e em 1982 voltaria à prefeitura parintinense, ficando no cargo até 1988, elegendo-se a seguir, em 1990, para novo mandato na Aleam. “Gláucio também fez parte do quadro de conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), onde encerrou sua carreira pública, obtendo justa aposentadoria”, completa Belão.

No pequeno expediente desta quarta-feira da ALEAM, vários parlamentares manifestaram pesar pela morte de láucio Gonçalves, todos enfatizando a performance do ex-deputado durante os seus três mandatos no Legislativo Estadual, defendendo os interesses da população amazonense. Gláucio Gonçalves era casado com a senhora Valquíria Viana Gonçalves e pai de Enéas, Gilvandro, Heraldo, Afrânio, Jussara, Glauciara e Gláucio Gonçalves Filho.