Deputado critica indicação da Medalha Ruy Araújo ao secretário municipal de Infraestrutura, Renato Júnior, com apenas dois meses de cargo

O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) votou contra a indicação da medalha para o titular da Seminf

medalha deputado

Foto: Reprodução

“Ele fez dez ruas e já está recebendo a medalha Ruy Araújo”. Foi assim que o deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) criticou nessa quarta-feira (15) a aprovação do Projeto de Resolução Legislativa n.º 51/2022, que concede a Medalha do Mérito Legislativo “Ruy Araújo” ao titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Renato Frota Magalhães, mas conhecido como Renato Júnior.

Com voto contrário do parlamentar, a indicação de honraria foi aprovada em sessão ordinária na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) e a propositura é do deputado estadual Dr. Gomes (PSC).

Wilker questionou a falta de critério para concessão da medalha, considerada a mais alta comenda do Poder Legislativo, ao titular da Seminf, nomeado para chefiar a pasta no dia 1° de abril deste ano.

“Eu quero que fique registrado meu voto contrário à medalha Ruy Araújo ao secretário de obras municipal. Ele fez dez ruas e já está recebendo a medalha, eu vou até encaminhar expediente à comissão de medalhas para saber os pré-requisitos, porque está demais. A medalha Ruy Araújo é a melhor comenda deste poder”, disse o parlamentar.

Passeio em iate de luxo

O Radar Amazônico recebeu, nessa quarta-feira, imagens que mostram o secretário municipal de Infraestrutura em um iate de luxo de nome “Independence”, durante passeio pelo rio Negro que aconteceu no último fim de semana. Renato Júnior seria um dos integrantes da comitiva do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante) que, segundo a fonte do Radar, também estaria no barco.

David Almeida aparece usando uma camisa do time do Barcelona, cidade da Espanha onde ele esteve participando de maratona.

Nada de estranho nesse passeio de barco, se não fosse o fato da lancha de luxo pertencer ao empresário Clovis Ferreira da Cruz Junior, dono da empresa Pomar Comércio de Derivados de Petróleo e Construção Eireli, uma das 15 empresas contratadas pela Prefeitura de Manaus para receber parte dos R$ 310 milhões do programa “Asfalta Manaus” – aquele que promete asfaltar dez mil ruas em Manaus – lançado no final de março deste ano, pelo prefeito David Almeida e pelo governador Wilson Lima.

(*) Com informações da Assessoria