Deputado denuncia perseguição política contra vereador em Rio Preto da Eva

Foto: Reprodução

Uma denúncia apresentada durante sessão da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), nesta terça-feira (18) apontou a existência de uma perseguição política ao vereador Cabo Marcelo, em Rio Preto da Eva (a 80 km de Manaus), praticada pela Legislativo municipal. A prática foi revelada pelo deputado estadual Abdala Fraxe (Podemos).

No ano passado, a Mesa Diretora da Câmara entrou com um processo de cassação contra o vereador, alegando denunciação caluniosa, por ele ser o único parlamentar a fiscalizar o Executivo Municipal. Segundo o deputado, que acompanhou o caso, a Justiça determinou o retorno do vereador ao seu cargo por encontrar erros no processo.

Na semana passada, o vereador entrou com uma licença médica para tratamento de saúde e foi surpreendido com o pedido da Mesa Diretora de submissão do documento à apreciação do plenário.

“Como se apreciação do plenário fosse trazer a saúde do vereador de volta. Isso é uma aberração do ponto de vista do Regimento Interno”, ressaltou Fraxe.

De acordo com o deputado, a perseguição política ocorre porque o vereador tem fiscalizado e denunciado constantemente desmandos administrativos praticados pela Prefeitura de Rio Preto da Eva. “Já acompanhamos o processo errôneo de cassação e agora estaremos atentos a essa perseguição que vem sendo feita não só pela Mesa Diretora, como também pelos vereadores que ao invés de estarem defendendo os interesses da população, estão querendo abafar a voz do único parlamentar que denuncia os desmandos administrativos naquele município”, finalizou.

(*) Informações da assessoria