Deputado diz que Manaus se tornou a “capital do medo e da insegurança”

Após o Radar divulgar que o Amazonas registrou 1.271 mortes violentas intencionais em 2017, ou seja, pelo menos três pessoas foram assassinadas de forma cruel, desumana ou impiedosa por dia no Estado, o deputado estadual Sabá Reis (PR) chamou a atenção, nessa terça-feira (14), na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), para o alto índice de violência registrado em Manaus.

Segundo o deputado, a situação é tão grave que a capital amazonense tornou-se notícia no Brasil por conta dos números da violência urbana.

“Manaus acabou se tornando a capital do medo, da insegurança. Independente de onde a pessoa more, hoje a sensação do medo toma conta de todos. Algumas manchetes de blogs devem servir de alerta para o Governo, assim como sites como Folha de São Paulo e alguns jornais de rede nacional relatam os meses mais sangrentos e os números de assassinatos em fins de semana na capital, por exemplo, como este último, que teve 13 assassinatos”, disparou o deputado.

O parlamentar pediu, ainda, que o governo do Estado promova a valorização dos policiais e disse que as consequências negativas do alto índice de crimes na cidade despontam Brasil afora. “Nunca Manaus esteve tão presente em rede nacional como agora porque se tornou a capital do medo. Como podemos esperar turistas com notícias como essas em rede nacional? Não tem como”, criticou Sabá Reis.

Com informações da assessoria do deputado.