Deputado diz que roteiro de embaixadores pela Amazônia feito por Mourão visa esconder queimadas

Foto: Divulgação

Embaixadores de diversos países irão conhecer a Amazônia nesta semana, conforme o anúncio feito pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB). Entretanto, a região Sul do Amazonas, onde estão concentrados os principais focos de queimadas e desmatamento, não está no roteiro de Mourão.

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) afirmou nesta terça-feira (3), durante sessão híbrida na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), que a postura do vice-presidente em esconder a devastação na Amazônia, como tentativa equivocada de melhorar a imagem da floresta no exterior, é lamentável, tendo em vista que as verdadeiras informações podem ser visualizadas através de imagens de satélites.

“Isto é uma fotografia de satélite em que mostra onde tem desmatamento e onde têm queimadas. Queimadas estão no Sul do Estado, na fronteira com o Matogrosso, na região de Apuí e Santo Antônio do Matupi. Aí o vice-presidente  convida embaixadores para mostrar que não há queimadas na Amazônia e diz que vai levá-los para  Manaus e Boa Vista, para mostrar que não há queimadas e que está tudo verde. Nessa região a floresta está verde, as queimadas estão no Sul do Estado”, afirmou Serafim.

Segundo o parlamentar, a proposta de Mourão poderá prejudicar ainda mais a relação do Brasil com as potências mundiais.

“Será que o general Mourão acha que os embaixadores não sabem disso? Como que os embaixadores da Europa, com interesses comerciais não sabem? Isso é fácil de identificar pelos satélites. Lamento a postura do vice-presidente Mourão, que comete um equívoco que pode ser muito grave, principalmente a depender do resultado das eleições americanas“, concluiu.

(*) Com informações da assessoria