Deputado pastor João Luiz dá titulo de cidadã do Amazonas para prefeita de Presidente Figueiredo, mesmo com situação caótica da cidade  

No projeto, aprovado na Aleam tem como um dos pré-requisitos para o título os "relevantes serviços prestados" pelça prefeita  

Montagem Radar Amazônico

Apesar das reclamações diárias feitas pela população do município de Presidente Figueiredo (a 126 quilômetros de Manaus), com denúncias inclusive sobre os perigos enfrentados por crianças e adolescentes, durante o transporte escolar, por causa de ramais cheios de crateras, atoleiros e abismos, a prefeita Patricia Lopes, vai ser homenageada na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), após ser aprovado um Projeto de Lei do deputado-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) , João Luiz, concedendo o título de cidadão do Amazonas para a prefeita.

Salta aos olhos no projeto do deputado evangélico, é que entre os pré-requisitos que estão no PL, necessários para concessão de cidadania do Amazonas para uma personalidade, está o fato de “prestar relevantes serviços” ao Amazonas.

Na sua justificativa, o parlamentar evangélico deixa entender que considera que Patricia Lopes está fazendo um bom trabalho, apesar de achar que ela tem pouco tempo frente a chefia do Executivo. João Luiz diz que Patrícia Lopes está “apenas concluindo seu primeiro ano de mandato como prefeita” e que “seu objetivo é seguir com o plano de governo, que prioriza ações voltadas para a saúde, educação e o turismo – como peças chaves para o sucesso e o desenvolvimento de Presidente Figueiredo” – como se faz turismo com uma cidade sem infraestrutura, isso o deputado-pastor João Luiz não explica.

Aliada do governador Wilson Lima (União Brasil), Patrícia Lopes vem colecionando inúmeras polêmicas e críticas à sua gestão na Prefeitura de Presidente Figueiredo. No último sábado (28) os moradores da zona rural, urbana e vicinais do município cobraram a prefeita para melhorar a infraestrutura nos respectivos locais, cuja situação está caótica.

A mesma Assembleia Legislativa que vai fazer  homenagem e dar o título de cidadã do Amazonas para Patrícia Lopes, é presidida pelo deputado Roberto Cidade (União Brasil) que no dia 12 de maio, fez duras criticas a gestão de Patrícia Lopes e disse que ela está sendo pior que o ex-prefeito de Presidente Figueiredo, Romeiro Mendonça.

“Torço e torci para que todos os prefeitos eleitos ou reeleitos, que assumiram as prefeituras no ano passado, pudessem organizar a máquina pública e fazer um bom trabalho, mas toda semana recebo denúncias do município de Presidente Figueiredo. Ver essas crianças indo para a escola com o ramal intransitável me deixou indignado. Recebo denúncias não apenas em razão dos ramais, mas pela incompetência com a educação, pela incompetência da prefeita com a sua gestão. A Patrícia Lopes, infelizmente, está sendo pior que o ex-prefeito Romeiro Mendonça”, falou o presidente da Aleam na ocasião.

Projeto de Lei n.º 604/2021