Deputado questiona limite de apenas 10% no número de vagas para mulheres no concurso da Polícia Militar

O Governo do Amazonas determinou apenas 10% das vagas para candidatas do sexo feminino

Foto: Divulgação / Assessoria

A maior participação das mulheres no quadro efetivo da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) foi o tema defendido pelo deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) na sessão plenária desta terça-feira (05). O parlamentar contestou a Mensagem Governamental nº 115/2021, que altera a Lei de ingresso na PMAM e determina o limite de apenas 10% no número de vagas para candidatas do sexo feminino.

É uma afronta uma mensagem de concurso público limitar a participação das mulheres em 10%. A policial feminina treinada e equipada é tão eficiente quanto o homem, 10% de um estado que tem 55% da população feminina é um contrassenso”, ponderou Wilker.

O parlamentar afirmou que vai propor uma emenda para garantir a concorrência ampla e irrestrita entre homens e mulheres para a admissão nos quadros da corporação.

Já que a Mensagem está aqui nesta Casa, cabe a nós corrigi-la e devolvê-la conforme preconiza as legislações e deixarmos que a mulher e o homem escolham a sua carreira de vida, porque polícia é vocação”, propôs o deputado.

Além de lutar pela igualdade entre homens e mulheres, Wilker vai propor na emenda que 20% das vagas do concurso sejam destinadas às Pessoas com Deficiência (PCDs).