Deputado repudia posição do presidente do partido de Adail (PRP) em favor de sua inocência

LUIZ-CASTRO-DM-25Autor e membro da CPI da Pedofilia da Assembleia Legislativa, o deputado Luiz Castro repudiou hoje (30) a posição do presidente nacional do PRP, Ovasco Resende, em favor da inocência do prefeito afastado de Coari, Adail Pinheiro. “Isso é um absurdo, as provas contra Adail, por corrupção e abuso sexual de crianças e adolescentes, são contundentes”, protestou o deputado.
Na avaliação de Castro, nenhum partido com o mínimo de compromisso ético,  aceitaria nos seus quadros um membro que é chefe de uma rede de pedofilia, que vitimou dezenas de crianças em Coari. “Ainda mais numa legenda que preza por valores familiares, como afirma o presidente do PRP”, ressalta o deputado.
A comprovação dos crimes praticados pelo prefeito, de acordo com Castro , está no relatório de investigações da operação Vorax, da Polícia Federal e no relatório da CPI da Pedofilia da Câmara dos Deputados, que vai pedir, inclusive, o indiciamento de Adail Pinheiro.
Apesar da morosidade da Justiça no julgamento dos processos contra Adail Pinheiro, o deputado Luiz Castro afirma que o PRP pode cair no descrédito por abrigar uma pessoa denunciada em reportagem nacional, afastado do cargo de prefeito e que se encontra em prisão preventiva em Manaus.
Como membro da CPI da Pedofilia, o deputado Luiz Castro repudia as declarações de Ovasco Resende a favor de Adail, diante das denúncias que pesam contra o prefeito, de comandar uma rede de exploração sexual de menores, utilizando dinheiro público.