Deputado volta a denunciar paralisação do Minha Casa, Minha Vida

Foto: divulgação

O deputado federal José Ricardo (PT/AM) voltou a cobrar dos Governos Federal e Estadual políticas por moradia no Amazonas. Na avaliação do parlamentar, as famílias que não têm onde morar são prejudicadas por causa da falta de políticas públicas para habitação, tanto por parte do Governo Federal, que paralisou o Minha Casa, Minha Vida, quanto do Governo do Estado, que não tem projetos para moradia popular. 

A nova cobrança de José Ricardo se deu após a visita do parlamentar à Ocupação Monte Horebe, Zona Norte de Manaus, realizada no último sábado (7), para verificar se o processo de retirada das famílias e as ações para ampará-las nos seus direitos Constitucionais, sobretudo à moradia, estão sendo respeitados. O deputado destacou que, em conversa com os moradores, apurou que o Governo do Estado não cumpriu grande parte do acordo firmado com os moradores, por meio da Defensoria Pública do Estado (DPE).

“As ocupações são resultados da falta de políticas para moradia, que obriga as família a buscarem alternativas. Por isso, sugiro, no caso de Manaus, a desapropriação de áreas públicas para loteamentos populares. Estou trabalhando para acabarmos com as ocupações irregulares na cidade. E defendo uma política habitacional que permita a quem precisa da sua casa própria comprar um lote de terra urbanizado, a preços subsidiados, tanto pela Prefeitura de Manaus, quanto pelo Governo do Estado”, declarou.

E sobre os impactos da paralisação do Minha Casa, Minha Vida para os mais pobres, José Ricardo lembrou do conflito em Parintins, onde as obras do Conjunto Residencial Parintins estão paralisadas há sete anos. E, devido à essa falta de políticas de moradia, parte das famílias sorteadas e que financiaram esses imóveis ocupou as casas ainda inacabadas. No entanto, a Caixa Econômica Federal já conseguiu liminar na Justiça para reintegração desse residencial, ainda sem data para execução.

Com informações da assessoria do deputado