Deputados aprovam emendas que proíbem governo de tirar dinheiro da UEA

Não teve um só deputado – Justiça seja feita – que fosse contra as emendas de autoria dos deputados Luiz Castro e Dermilson Chagas proibindo os governadores, seja quais forem eles, dde meter a mão no dinheiro da UEA.  Por unanimidade de votos, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou, na tarde desta quinta-feira (13), emendas à Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2018, que asseguram autonomia financeira e orçamentária à Universidade do Estado do Amazonas (UEA), vedando também contingenciamentos e desvios de finalidade dos recursos vinculados à universidade.

O deputado Luiz Castro, autor de uma das emendas, afirmou que a aprovação é o reconhecimento e a garantia de que a UEA possa desempenhar seu papel de fomentar a educação e a pesquisa cientifica em todo o Amazonas. “Há sete anos luto por essa vitória da UEA e principalmente do povo Amazonense”, afirmou Castro.

Relator do projeto da LDO na Comissão de Finanças, o deputado Josué Neto (PSD), encaminhou pela votação de aprovação das emendas que garantiram autonomia financeira e orçamentária da UEA.

De acordo com o texto da emenda nº 36, de autoria do deputado Dermilson Chagas (PEN), é vedado o contingenciamentos e desvios de finalidade dos recursos vinculados à UEA, ficando a definição dos gastos e investimentos ao Conselho Universitário e assembleias na comunidade acadêmica. “Estamos dando de fato a garantia da autonomia financeira e orçamentária da UEA”, afirmou Dermilson Chagas.

Com informações da Diretoria de Comunicação da Aleam