Deputados da “bancada da bala” se desentendem no plenário da Assembléia (ouvir áudio)

Em uma discussão pra lá de acalorada onde teve ofensa de tudo que é tipo, dois parlamentares da ‘bancada da bala’, composta por policiais, entraram em confronto durante a sessão plenária, dessa quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM). Platiny Soares (DEM) e Donmarques Mendonça (PSDB) protagonizaram um “bate-boca” com direito a xingamento de mentiroso (Donmarques para Platiny) e de bossal (Platiny pra Donmarques). É de conhecimento público que por trás da arenga mútua está a briga pra assumir o posto de representante maior dos milhares de policiais militares do Estado, o que é sinônimo de urnas cheias de voto e reeleição certa.

Donmarques se queixou de Platiny afirmando que ele o teria acusado de não dizer a verdade quando afirmou que as escalas de serviço de algumas Cicoms (Companhias Interativas Comunitárias) não foram alteradas, prejudicando a categoria. Donmarques disse que Platiny fez acusações sem ele estar em plenário para se defender.

A discussão mais acirrada iniciou quando Platiny subiu na Tribuna e disparou “pelo menos esteja presente em Plenário!”, disse com a voz alterada, assim como Donmarques que rebateu “O senhor esperou eu sair do plenário para falar. Me respeite! Me respeite!”

O presidente da Casa, David Almeida (PSD), tentou apaziguar a situação, e disse que poderia acionar a Comissão de Ética, mas no primeiro momento os parlamentares não deram ouvidos e continuaram debatendo de forma agressiva, um apontando o dedo para o outro.

Logo após conseguir um momento de rápida calma, David concedeu novamente a palavra ao deputado Platiny que aproveitou pra largar a peia no companheiro de “bancada da bala”. Logo depois, Donmarques teve sua vez de falar, mas usou tom bem mais ameno. A turma do “deixa disso”, como o deputado Sabá Reis (PR), usou o entrevero entre os dois deputados PMs foi pra fazer foi piada.