Anúncio

Deputados do AM chamam Bolsonaro de irresponsável após pronunciamento 

Um dia após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticar, em rede nacional, as medidas adotadas pelos governadores para combater a pandemia do Covid-19, além de tratar a doença como ‘histeria’ e atacar a imprensa, os deputados estadual e federal Serafim Corrêa (PSB) e José Ricardo (PT), respectivamente, reagiram, nesta quarta-feira (25) e classificaram as declarações de Bolsonaro como “irresponsáveis”. 

Na avaliação de Serafim, a fala do presidente demonstra que ele não está à altura do cargo e vai contra as recomendações de órgãos e profissionais da saúde para combater a pandemia. “Acho que o Bolsonaro é um irresponsável que não está à altura do cargo que exerce. No momento em que é preciso seguir a orientação sanitária partida dos cientistas, médicos, partida, inclusive, do seu próprio ministro da Saúde, que é um homem competente e preparado. Não entendo como ele não entregou o cargo. Talvez pelo seu alto espírito de brasilidade. Se o ministro deixasse o cargo, talvez fosse colocado um maluco igual ao presidente e tudo ficaria pior”, disse.

O deputado declarou, ainda, que o presidente jogou os governadores e prefeitos contra a população.  “Aquilo que ele fez foi um absurdo. Ele jogou contra o povo, contra a saúde. Ele jogou os governadores e os prefeitos contra a população, porque as medidas que os governadores de modo geral e os prefeitos adotaram não são medidas simpáticas, mas são necessárias para combater essa pandemia que assusta o mundo inteiro”, afirmou o deputado. 

O líder do PSB na Casa ainda afirmou lamentar a irresponsabilidade do presidente. “Ele fala que a doença só atinge os mais velhos, como se ele não tivesse 65 anos. Eu olho para a população como um todo, principalmente para a mais carente que não tem água, rede de esgoto, condição sanitária para enfrentar uma doença terrível como é o coronavírus”, disse o deputado.

Para o deputado federal do Amazonas, José Ricardo, a fala do presidente da República mostra total irresponsabilidade de alguém que deveria estar comandando o país neste momento tão difícil. “Questionar as medidas que as autoridades de saúde e os governos estaduais e municipais estão adotando, como a paralisação das escolas e a quarentena, é colocar em risco a vida de milhões de brasileiros. O que precisamos neste momento é de ações de prevenção à saúde, medidas que garantam emprego e renda à população, principalmente, aos mais pobres; renda mínima aos trabalhadores que estão na informalidade; seguro-desemprego para quem perder seu emprego durante a pandemia”, afirmou. 

“Projetos esses que já apresentei na semana passada, na Câmara Federal. O Coronavírus está avançando no Amazonas. Já tivemos a primeira morte. O assunto é sério, não é de brincadeira. E não dá para aceitar que o presidente da República haja dessa forma num momento crítico pelo qual o Brasil e o mundo estão passando”, completou José Ricardo.  

Com informações das assessorias de imprensa dos deputados