Deputados governistas são alvos de “fake news”

Vários deputados passaram o final de semana sendo atacados nas redes sociais, chamados de “inimigos da educação”. Num post em que aparecem as fotos de parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) e seus respectivos nomes, eles são acusados de votar contra o reajuste concedido pelo Governo do Estado aos professores da rede estadual de ensino. Só que nosso Radar captou que isso é fake news, meu povo!

Na votação do projeto de Lei do Executivo, na sessão extraordinária dessa sexta-feira (6), todos os 18 deputados que estavam em plenário votaram a favor do reajuste de 24,91% sobre os salários dos professores. O fake foi denunciado publicamente pelo 2º Vice-Presidente da Aleam, deputado Belarmino Lins.

O parlamentar rechaçou os ataques e disse que, apenas o que faltava entre a categoria e o Governo, era as duas partes chegarem a um entendimento sobre um aumento que o Governo pudesse assumir e que a categoria pudesse assimilar para poder receber com segurança. “Daí o Governo do Estado, com as entidades autorizadas, chegaram a um entendimento nas negociações, de tal forma que a Assembleia Legislativa, sem proselitismo, aprovou a mensagem governamental que estabeleceu o reajuste escalonado que garantirá ao Governo o cumprimento da sua obrigação para com os servidores da Educação e que vai assegurar ao servidor a percepção mensal dessas vantagens que lhes serão destinadas com o reajuste proporcionado pela lei”, explicou Belarmino. O resto é fake news!