Deputados questionam de vice-governador do AM quem são os “personagens perigosos” citados em pedido de exoneração

Foto: Divulgação

Os deputados estaduais Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos, apresentaram um requerimento, nesta terça-feira (19), junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) solicitando que o vice-governador do Amazonas, Carlos Almeida (PTB), explique quem seriam os “personagens perigosos”, na atual gestão, citados por ele em sua carta de pedido de exoneração.

Nessa segunda-feira (18), o Radar mostrou que Carlos Almeida enviou uma carta ao Governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciando sua exoneração do cargo de secretário da Casa Civil do Amazonas. Ele estava no cargo desde março de 2019, quando saiu da Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Na carta, entre outras coisas, o vice-governador afirma que “personagens tão ou mais perigosos se encontram em todos os lugares, às vezes, até mesmo dentro nosso próprio barco, que seu papel sempre foi “de blindar meu Estado contra esses espectros (fantasmas)” e alertou o chefe de Estado para “não tombar nos rochedos”.

De acordo com o deputado Wilker Barreto, o vice-governador precisa explicar para a sociedade quem são essas pessoas que atuam nos bastidores do Governo.

“A convocação do vice-governador é para ele explicar quem são essas pessoas perigosas que rondam o governo. Estamos falando de um vice-governador afirmando em sua carta de renúncia que existem pessoas perigosas dentro do governo, ratos que estão próximos do queijo. Que ele possa vir a esta Casa aclarar a sociedade sobre seu posicionamento”, afirmou Wilker.

(*) Com informações da assessoria do deputado