Desembargador determina que Alejandro Valeiko cumpra prisão preventiva no 19° DIP

Foto: Junio Matos / Portal A Crítica

O desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) José Hamilton Saraiva dos Santos determinou, nesta terça-feira (8), que Alejandro Molina Valeiko cumpra a prisão temporária de 30 dias no 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), que fica localizado na Ponta Negra, zona Oeste de Manaus.

Com o decreto, Alejandro não cumprirá a prisão no Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), localizado no km 8 da BR-174. A transferência deve ocorrer ainda na tarde de hoje.

De acordo com a nota expedida pelo Tribunal de Justiça, a determinação “restabelece o previsto na decisão proferida pelo Juízo de 1° grau, quando decretação temporária do paciente”.

Alejandro se apresentou à polícia nessa segunda-feira (7) e prestou depoimento sobre a morte do engenheiro Flávio Rodrigues, que ocorreu no dia 29 de setembro.

No mesmo dia, o desembargador havia derrubado a concessão de prisão domiciliar e havia decretado a prisão temporária por 30 dias.

NOTA

O desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos determinou na manhã desta terça-feira (8) a transferência de Alejandro Molina Valeiko para 19.º Distrito Integrado de Polícia. A determinação restabelece o previsto na decisão proferida pelo Juízo de 1.º Grau, quando da decretação da prisão temporária do paciente.