Desfalcado, Flamengo recebe o Santos para manter vivo sonho do título

Mesmo distante do título do Campeonato Brasileiro após os tropeços nas últimas rodadas, o Flamengo não jogou a toalha, junta os cacos e busca a vitória contra o Santos nesta quinta-feira, às 17 horas, para se manter na briga com Internacional e Palmeiras. O confronto diante do time paulista será no Maracanã, no Rio de Janeiro.

Com dois empates seguidos ante Palmeiras e São Paulo e o revés no clássico para o Botafogo por 2 a 1, o time rubro-negro falhou nos momentos decisivos e viu a taça do torneio nacional ficar muito distante, assim como aconteceu nas últimas duas temporadas.

Se houver novos tropeços e dependendo dos resultados dos rivais, a equipe treinada por Dorival Júnior pode até perder uma das vagas diretas à próxima edição da Copa Libertadores.

Apesar de mantido o discurso de que o título é viável, o volante Cuéllar admitiu que a temporada da equipe não é boa. “Para a grandeza do Flamengo, o balanço não é positivo. Temos que brigar pelo título e ficamos fora na Copa do Brasil, Libertadores, Estadual… O ano não é bom e temos que reconhecer. Pela qualidade do elenco, já devíamos ter ganhado algo. Temos que refletir”, emendou.

Além da tarefa de elevar o moral do grupo, Dorival Júnior tem que quebrar a cabeça para escalar o time. Isso porque Paquetá, Willian Arão e Renê estão suspensos, e Lincoln e Trauco, com as seleções brasileira sub-20 e peruana, respectivamente. Juan e Geuvânio, machucados, também não jogam.

Nesta quarta-feira, o treinador confirmou a presença de Diego entre os titulares. “O Diego é titular do Flamengo. Jogador de excelente nível. Teve um incômodo contra o Botafogo. Ontem (terça) iniciou processo de trabalho em campo. Hoje (quarta) espero tê-lo em condições. Não gosto de esconder time. A única dúvida era em relação ao Diego, que começou os trabalhos ontem. Fora isso, vamos com Pará e Rômulo como substitutos”, afirmou o treinador.

Caso Diego não possa jogar, o colombiano Marlos Moreno será o titular da posição. Dorival Júnior confirmou também que Pará será o lateral-esquerdo e Rômulo um dos volantes de marcação nos lugares de Renê e Cuéllar, ambos suspensos.

Fonte: Estadão Conteúdo.