Destruição e pânico: terremoto no México já tem pelo menos 248 mortos

Um forte terremoto de magnitude 7.1 atingiu o México na terça-feira (19). Foi o segundo terremoto ocorrido no país nas últimas semanas, o anterior, de magnitude 5.7, fora registrado em 8 de setembro. De acordo com a informação mais recente, pelo menos 248 pessoas morreram no maior terremoto no México.

“Atualização: neste momento há 226 mortos registrados: 55 em Morelos, 117 na cidade de México, 39 em Puebla, 12 no Estado de México e três em Guerrero”, declarou na terça (20) o chefe do Serviço de Proteção Civil do México, Luis Felipe Puente.

O epicentro do terremoto se situou a 49 quilômetros a sudeste da cidade de Puebla de Zaragoza, a uma profundidade de cerca de 60 quilômetros, indica o relatório do Centro Sismológico do Mediterrâneo (EMSC em inglês).

Mais de 4,6 milhões de habitações e lojas ficaram sem eletricidade. Pelo menos 44 prédios foram destruídos ou fortemente danificados, anunciou o perfeito da Cidade do México, Miguel Angel Mancera.

Na aldeia de Atzitzihuacán, que fica nas encostas do vulcão, pelo menos 15 pessoas morreram por causa do colapso do edifício de uma igreja durante a missa, anunciou o governador de Estado de Ouebla, Jose Antonio Gali.

Com informações do Sputnik News