Detentas de presídio feminino no AM recebem aulas de crochê

Dezenove internas do Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF), localizado no km 8 da BR-174, receberam nesta quinta-feira (21), a primeira aula do curso de crochê. A atividade faz parte do projeto Mãos Livres, realizado pela empresa Umanizzare Gestão Prisional em parceria com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O curso tem carga horária de 60 horas e as aulas acontecerão cinco vezes na semana, das 8h ao meio-dia, sendo ministradas pela instrutora Arlete Araújo do Nascimento. O termino está previsto para o dia 11 de dezembro.

De acordo com a diretora do CDPF, Maria do Socorro Freitas, o curso trará inúmeros benefícios para as internas. “A atividade requer concentração, raciocínio e coordenação motora e, assim, ajuda a prevenir doenças degenerativas, mantendo-as intelectualmente ativas e afastando também a depressão e diminuindo a ansiedade”, listou.

O projeto Mãos Livres tem entre suas metas propiciar às reeducandas um conjunto de trabalhos manuais de natureza terapêutica, com viés de inserção econômica.

Remição de pena

A atividade também garante às internas o direito à remição de um dia da pena a cada três dias de trabalho, conforme previsto na Lei de Execução Penal (LEP).

(*) Com informações da Seap