Direção se recusa a falar sobre caso de agressão no colégio da PM (ver vídeo)

O Radar Amazônico procurou a direção do colégio para falar a respeito das agressões sofridas por um estudante, mas sem sucesso

colégio direção

Foto: Reprodução

O Radar Amazônico denunciou nesta sexta-feira (1°), com exclusividade, a agressão sofrida por um aluno do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM 1), situada na avenida Codajás, bairro Petrópolis, zona Sul de Manaus. Diante da repercussão do caso, a reportagem foi até a unidade de ensino para falar com a direção sobre a agressão sofrida pelo aluno.

Apesar das tentativas, a reportagem não conseguiu falar com a direção do colégio para comentar o caso. Segundo eles, é necessário falar com o setor de comunicação da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) para que a entrada do Radar Amazônico fosse liberada.

A PMAM enviou uma resposta mais cedo referente às agressões. Em nota, a PM disse que tomou conhecimento do caso e repassou à direção do colégio para serem tomadas as punições administrativas ao aluno que cometeu as agressões. Além disso, foi informado que a vítima está recebendo a assistência necessária dos profissionais da unidade de ensino.

Entretanto, a mensagem da PMAM não especificou quais punições o aluno que cometeu a agressões irá receber e muito menos a assistência à vítima. Vale ressaltar que os colégios militares são reconhecidos pelos padrões rígidos de disciplina, tornando a cena de violência no mínimo estranha na unidade de ensino.

Perseguição e ameaça

Ainda nesta sexta-feira, o Radar Amazônico recebeu outro vídeo da unidade de ensino, que pode estar ligado com a agressão sofrida pelo estudante no banheiro.

Nas imagens, um aluno aparece sendo “escoltado” por outros colegas enquanto sofria ameaças por outros alunos. “Ei, foge não, pow. Vamos conversar!”. Logo em seguida, uma pessoa surge dizendo que um aluno estava portando uma faca.

Durante a perseguição, um clima tenso tomou conta da caminhada dos alunos e um deles estava usando arma de choque. “Não se garante no soco não”, esbravejou um dos alunos.

Confira a nota na íntegra

“Informamos que o aluno do Colégio Militar da Polícia Militar (CMPM I), que aparece nas imagens gravadas durante agressão a outro estudante, foi encaminhado para a direção do Colégio, onde tomou conhecimento da punição administrativa que receberia de acordo com as normas determinadas pela Instituição. O aluno agredido recebeu assistência dos profissionais da escola.

O CMPM I, é uma instituição de excelência que preza pela educação de qualidade e disciplina, e não compactua com atos de violência e ou qualquer tipo de desordem.”

Veja a live do Radar Amazônico

Direção se recusa a falar sobre caso de agressão dentro do Colégio da PM

Direção se recusa a falar sobre caso de agressão dentro do Colégio da PM

Posted by Radar Amazônico on Friday, October 1, 2021