Diretor se arrepende de documentário sobre vida de Flordelis: “Uma mentira”

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O editor de moda Marco Antônio Ferraz, que dirigiu o documentário Flordelis — Basta uma palavra para mudar, disse que se arrepende da obra. Nesta semana, a deputada foi indiciada como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo.

“Me arrependo. Se fosse hoje, jamais teria feito esse filme. Não sou cineasta. Sou um contador de histórias e o que contei foi uma mentira diante dos fatos que conhecemos agora”, disse ele em entrevista ao jornal Extra

A história veio quando, por meio do programa TV Xuxa, Ferraz conheceu a história da mãe adotiva de 44 filhos. A amizade entre eles durou mais de uma década por conta da produção, que teve no elenco várias celebridades, como Cauã Reymond, Bruna Marquezine, Ana Furtado, Leticia Spiller, Alinne Moraes, Marcello Antony, Sergio Marone, entre outros.

O diretor contou que os artistas participaram sem cachê, alguns até investiram dinheiro do próprio bolso, para mostrar ao país a trajetória da mulher favelada que tirava crianças do tráfico de drogas e armas.