Anúncio Advertisement

Dispensas de licitação da Seduc são alvo de denúncia feita por deputado ao MPF

O deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) esteve nesta segunda-feira (01) no Ministério Público Federal (MPF-AM)onde se reuniu com o Procurador-chefe, Edmilson da Costa Barreiros. O parlamentar denunciou ao MPF as dispensas de licitação feitas na Secretaria de Estado da Educação (Seduc) pelo secretário Luiz Castro, para merenda e transporte escolar que, segundo Wilker têm sinais visíveis de sobrepreço.

Bom lembrar que os recursos para a merenda e transporte escolar são repassados pelo Governo Federal e, por isso, são passíveis de investigação do MPF. “Apontei o alto custo do valor unitário das refeições e do transporte escolar praticados atualmente pela Seduc e ainda com dispensa de licitação”, informou Wilker.

Ele disse que demonstrou ao procurador do MPF que, para se ter uma ideia, fazendo uma comparação entre os valores praticados em 2018 no governo anterior (Amazonino) e no governo atual, o aumento do valor da dispensa de licitação em relação ao pregão, fez o valor do lanche aumentar em 53,85% e o almoço 36,65%, fechando contratos com as empresas Bento Martins de Souza e GH Macário por quase R$ 22 milhões de reais.

Já no transporte de estudantes, o contrato com a empresa Dantas Transporte que, no ano passado, cobrava do Governo R$ 28 milhões, passou para R$ 46 milhões no governo de Wilson Lima. “A fiscalização está sendo realizada e a inspeção será feita pelo bem do erário público”, disse Wilker.