Diva Cristina Gallardo-Domâs será ‘Carmen’ no Teatro Amazonas

Cristina-Gallardo-DomasChegou a vez do XVIII Festival Amazonas de Ópera encenar uma das mais populares óperas do mundo, com árias e duetos tão conhecidos quanto hoje são as redes sociais.

“Carmen”, do compositor francês Georges Bizet, estreia neste domingo, dia 18, às 19h, no Teatro Amazonas, no evento promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura. O espetáculo terá ainda mais duas récitas – na terça-feira, dia 20, às 20h e no sábado, dia 24, também às 20h.

Com os ingressos quase esgotados para as três performances, ainda é hora de correr para garantir um lugar e conhecer uma obra-prima, cuja protagonista é dominante, encarna o paradigma da liberdade individual sem concessões e sem limites; Carmen é o arquétipo da mulher independente e confiante da sua beleza e poder de atração, impulsionada pelo desejo de viver apenas de acordo com a sua vontade e as suas próprias leis.

Não é à toa que para interpretá-la, o XVIII Festival Amazonas de Ópera convidou uma diva, Cristina Gallardo-Domâs, uma chilena naturalizada espanhola e das mais importantes vozes da música lírica da atualidade.

Na montagem em Manaus, a direção, concepção e cenografia é assinada pelo italiano Enrico Castiglione e tem direção musical e regência da Amazonas Filarmônica por Luiz Fernando Malheiro. O espetáculo mantem o clima flamenco para contar a história da sensual cigana Carmen que, sem remorso ou piedade, enfeitiçava os homens com seu olhar penetrante em 1820, na cidade espanhola de Sevilha.

A trama tem início quando, após uma briga, a cigana faz mais uma “vítima” ao atirar uma rosa no rosto de Don José, conquistando de imediato o soldado que se separa da noiva Micaëla e desencadeia a trágica história de amor.

Desde a estreia mundial em março de 1875, em Paris – quando a plateia acostumada com histórias edificantes e finais felizes saiu da Opéra-Comique escandalizada com o que acabara de ver –, a forte personagem-título ultrapassou o status de ícone feminino.

A protagonista Cristina Gallardo-Domâs tem um extenso currículo que inclui prêmios e apresentações nos principais palcos do mundo como o Teatro alla Scala de Milão (Itália), Metropolitan Opera em Nova Iorque (EUA), Staatsoper Viena (Áustria), Ópera Nacional de Paris (França) e Ópera de Tóquio (Japão), entre muitos outros espetáculos e festivais. Cristina terá a companhia no palco do tenor Andeka Gorrochategui, como Don José, Homero Velho (Escamillo), Joanna Parisi (Micaëla), Alfonso Mujica (Morales/Dancairo), Kátia Freitas (Fransquita), Andreia Souza (Mercedes), Cristhiano Silva (Remendado) e Murilo Neves como Zuninga.

Todas as récitas de “Carmen”, no XVIII Festival Amazonas de Ópera terão ainda as participações do Corpo de Dança do Amazonas, do Coral do Amazonas e das crianças e jovens do Coral Infantil do Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, com figurinos de Sônia Cammarata, coreografia de Adriana Góes e iluminação de Fábio Retti.

ELENCO COM O PÚBLICO

O Governo do Estado do Amazonas, através da Secretaria do Estado da Cultura, promove ainda neste sábado, dia 17, uma mesa redonda com todo o elenco de “Carmen”, às 18h, na Sala de Música Desdor. Paulino de Mello, no Palácio da Justiça.

As inscrições estão abertas e tem 60 vagas. Os públicos alvo são músicos, estudantes e interessados em geral.

A mesa redonda tem uma hora de duração e para participar é preciso fazer a inscrição antecipada através do e-mail fc.liceu@gmail.com ou pelo telefone (92) 3232-2440, informando nome, telefone, curso ou formação e RG. As inscrições são gratuitas.

Os ingressos para “Carmen” podem ser obtidos na bilheteria do Teatro Amazonas.
Para mais informações sobre ingressos e a programação do XVIII Festival Amazonas de Ópera e demais ações, projetos e atividades desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Cultura em Manaus e nos demais municípios do interior do Estado acesse www.facebook.com/culturadoamazonas.