Djalma Batista será interditada para obras de recuperação de drenagem, nesta sexta-feira

A avenida Djalma Batista, um dos principais corredores viários da cidade de Manaus, será interditada nesta sexta-feira (9), no trecho entre as ruas Pará e João Valério, nos dois sentidos. Durante o período em que durar a obra, o tráfego de veículos e as 34 linhas de transporte coletivo que circulam no local serão desviados para outras vias. A linha azul – faixa exclusiva para circulação de transporte público coletivo ou individual – da avenida Constantino Nery, para onde irão convergir todas as linhas de ônibus e parte do tráfego de veículos, será liberada para circulação plena durante todo o período de execução da obra. (Desvios no trânsito e as rotas das linhas de ônibus podem ser conferidos na arte em anexo)

Nesta quinta-feira (8), o prefeito em exercício Marcos Rotta e o secretário-chefe da Casa Civil, Arthur Bisneto, estiveram no local e afirmaram que a medida atende a uma programação que já vem sendo executada pela Prefeitura de Manaus nos últimos três meses. Classificada como urgente, emergencial e preventiva, a obra da Djalma e das áreas no entorno visa a corrigir problemas da drenagem antiga, bem como problemas estruturais decorrentes de construções de prédios comerciais em área de canalização de igarapé.

“É uma obra extremamente necessária. Aqui passa uma tubulação antiga que se aproxima dos 40 anos e, nesse período, foi feita uma canalização de igarapé. Na época era a tecnologia que se tinha. Hoje, nós precisamos levar em consideração a segurança desses estabelecimentos que aqui estão e a segurança da Djalma Batista”, explicou Marcos Rotta. Segundo o prefeito em exercício, após as obras na Djalma, será feito o desvio da rede de drenagem que passa embaixo de uma rede da lanchonete e de um posto de gasolina.

O secretário-chefe da Casa Civil anunciou também que durante todo o período em que durar a obra a faixa azul, na avenida Constantino Nery, será liberada para o tráfego de qualquer tipo de veículo. “Enquanto houver essa obra, não haverá faixa azul, não haverá multa, não haverá punição”, afirmou Bisneto. A medida é para facilitar o tráfego da grande demanda de veículos, tanto particulares quanto do transporte público, que será desviado para a avenida Constantino Nery.

Não há previsão para a conclusão da obra, que depende das condições climáticas. Quanto menos chuva, mais rápido o trabalho será concluído. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) vai realizar os serviços em regime de mutirão, diuturnamente. “Nós vamos tentar dar o mínimo possível de desgaste para a população e vamos demonstrar, mais uma vez, a responsabilidade que a Prefeitura de Manaus tem para com a população”, disse Bisneto.

Prevenção

As obras de recuperação de drenagem da zona Centro-Sul da capital estão previstas no Plano Diretor de Drenagem de Manaus. Só no ano passado foram realizados 21 mil metros de rede de drenagem na cidade. “Por conta disso, no ano passado, nesse mesmo período, foram registradas mais de 300 ocorrências pela Defesa Civil de alagações na cidade. Este ano, de 2018, tivemos até agora 13”, destacou o prefeito em exercício Marcos Rotta.

Antes da interdição, foram realizadas várias obras e procedimentos para salvaguardar os serviços e garantir a segurança no local. Os procedimentos contaram com o apoio e suporte técnico de órgãos municipais e das empresas Amazonas Energia e Cigás. A intervenção na avenida Djalma Batista foi bastante estudada e discutida entre os órgãos municipais, prestadoras de serviços e comerciantes da área. Duas etapas da obra já foram concluídas. A primeira ocorreu no trecho que compreende a avenida Djalma Batista e a rua Pará, foi executada no mês de fevereiro. A outra fase atingiu a rua Rio Javari.

Os trabalhos deverão ser feitos em parceria com o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), além da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás), Eletrobras Amazonas Energia e a prestadora de serviços de telefonia da Oi.

Desvios no trânsito

A partir das 9h da sexta-feira, 9/3, a avenida Djalma Batista, zona Centro-Sul, será interditada no trecho entre as ruas Pará e João Valério, nos dois sentidos de tráfego, para a execução dos trabalhos de recuperação da rede de drenagem profunda da área. Os condutores que seguem pela Djalma Batista poderão desviar do trecho interditado fazendo os seguintes desvios:

– Sentido bairro/Centro: entra à direita na rua João Valério, acessa à esquerda, na alça de retorno da rua Arthur Bernardes (após a Constantino Nery), segue pela rua Pará para chegar na av. Djalma Batista e seguir em direção ao Centro.

– Sentido Centro/bairro: A rua Pará estará com trânsito liberado. Portanto, o condutor poderá acessar a Pará e entrar à esquerda nas ruas Rio Jutaí ou Rio Madeira para ter acesso à rua João Valério e, assim, chegar à avenida Djalma Batista para seguir no sentido Bairro.

Os acessos estarão sinalizados com placas indicativas dos desvios e agentes do Manaustrans estarão monitorando o tráfego. A principal orientação é para que os condutores busquem rotas alternativas e evitem trafegar na Djalma Batista durante as obras.

Transporte coletivo

Ao todo, 34 linhas do transporte coletivo terão seus itinerários alterados por conta da realização das obras emergenciais na drenagem profunda da avenida Djalma Batista. As mudanças seguem o seguinte esquema:

Linha 008

Sentido Parque 10/Av. Brasil: Itinerário normal até Av. Rondônia/ Av. Djalma Batista (esquerda) / Av. João Valério / Av. C. Nery / Av. Brasil / Normal.

Linha 671

Sentido T2/bairro: Itinerário normal até Av. Álvaro Maia / Av. Constantino Nery / Av. Darcy Vargas/ Normal.

Linha 010

Sentido bairro/T2: Itinerário normal até Av. Pedro Teixeira / Av. Djalma Batista / Av. João Valério / Av. C. Nery (esquerda) / Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Sentido T2/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas/ Av. Joaquim Nabuco / Rua Silva Ramos / Av. Joaquim Gonzaga Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia / Av. C. Nery / Rua Lóris Cordovil / Normal.

Linha 118

Sentido bairro/T2: Itinerário normal até Av. São Jorge/ Av. Constantino Nery (a esquerda) / Av. Darcy Vargas/ Normal.

Linha 123

Sentido Centro/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas / Av. Joaquim Nabuco/ Rua Silva Ramos / Av. Joaquim G. Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia / Av. C. Nery / Retorno antes do Viaduto de Flores (Rodoviária) / Av. Djalma Batista / retorno alça Viaduto Darcy

Vargas / Av. Theomário Pinto / Av. Jacira Reis/ Normal.

Linhas 212 e 217

Sentido T2/bairro: Itinerário normal até Av. Álvaro Maia / Av. Constantino Nery/ Av. Desdor. João Machado/ Normal.

Linha 318

Sentido Centro/bairro: Normal até Pça. Saudade / Rua Ferreira Pena / Av. Ayrão / Av. Constantino Nery / Av. Torquato Tapajós / Normal.

Linhas 422 e 427

Sentido bairro/Centro: Normal até Av. Rondônia / Av. Djalma Batista (esquerda)/ Av. João Valério / Av. C. Nery (esquerda) / Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas (Centro de Convivência) / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Linhas 403, 407, 422 e 427

Sentido Centro/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas / Av. Joaquim Nabuco/ Rua Silva Ramos / Av. Joaquim Gonzaga Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia/ Av. C. Nery / Retorno antes do Viaduto de Flores (Rodoviária) / Av. Mario Ypiranga/ Rotatória Eldorado / Av. Perimetral/ Normal.

Linha 580

Sentido bairro/Centro: Itinerário normal até Av. Djalma Batista/ Av. João Valério/ Av. Const. Nery / Corredor Epaminondas/ Pça Saudade.

Sentido Centro/bairro: Itinerário normal Rua Ferreira Pena/ Av. Ayrão/ Av. C. Nery/ Av. Torquato Tapajós/ Normal.

Linha 440, 350

Sentido bairro/Centro: Itinerário normal até Av. Djalma Batista/ Av. João Valério / Av. C. Nery (esquerda) / Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas (Centro de Convivência) / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Sentido Centro/bairro: Normal até Rua Duque de Caxias/ Av. Álvaro Maia / Av. C. Nery/ Av. T. Tapajós/ Av. Nilton Lins/ Normal.

Linhas 222, 315, 316, 443, 459 e 626

Sentido bairro/Centro: Itinerário normal até Av. Djalma Batista/ Av. João Valério/ Av. C. Nery (esquerda) / Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas (Centro de Convivência) / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Sentido Centro/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas/ Av. Joaquim Nabuco / Rua Silva Ramos / Av. Joaquim G. Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia / Av. C. Nery/ Normal.

Linha 676

Sentido bairro/centro: Itinerário normal até Av. João Valério Av. C. Nery (esquerda) / Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas (Centro de Convivência) / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Linhas 401, 452

Sentido centro/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas/ Av. Joaquim Nabuco/ Rua Silva Ramos/ Av. Joaquim G. Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia/ Av. C. Nery / Torquato Tapajós / Av. Nilton Lins / Normal.

Linhas 200, 203, 205, 207, 209, 214, 223, 227

Sentido bairro/centro: Itinerário normal até Av. Djalma Batista/ Av. João Valério / Av. C. Nery (esquerda)/ Av. Álvaro Maia / Rua Elvira Dantas (Centro de Convivência) / Av. Brasil / Av. Álvaro Maia / Comendador Clementino / Itinerário normal.

Sentido centro/bairro: Itinerário normal até Av. Getúlio Vargas/ Av. Joaquim Nabuco/ Rua Silva Ramos / Av. Joaquim G. Pinheiro (praça direita) / Av. Álvaro Maia/ Av. C. Nery/ Normal.

Foto: Alexandre Fonseca / Seminf