DPE-AM promove debate sobre a vulnerabilidade de gênero entre ribeirinhas e indígenas

Foto: Wilson Nogueira

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) realiza nos próximos dias 18 e 22 de março mais dois cursos online para levantar debates sobre direitos da mulher. Os eventos, realizados com a coordenação da Escola Superior da DPE-AM (Esudpam), fazem parte da campanha “Papo por Elas – edição especial – Um mês para debater direitos das mulheres”, que teve início em 1º de março.

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) promove dois cursos online para levantar debates sobre direitos da mulher, nos dias 18 e 22 de março. Os eventos, realizados com a coordenação da Escola Superior da DPE-AM (Esudpam), fazem parte da campanha “Papo por Elas – edição especial – Um mês para debater direitos das mulheres”, que teve início em 1º de março.

Em alusão ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, a DPE-AM dedica, por meio da campanha, o mês inteiro a levantar reflexões sobre a proteção de direitos, enfrentamento à violência e garantias de segurança jurídica das mulheres. Os debates ocorrerão até 29 de março, de forma virtual e com acesso ao público em geral, por meio de cursos online.

No dia 18, às 16h, a professora Débora Diniz, da Universidade de Brasília (UNB), abordará o tema “A pandemia e as mulheres”. O próximo curso será no dia 22, às 14h30, com o tema “A vulnerabilidade de gênero e a violência doméstica, um olhar para as mulheres ribeirinhas e indígenas”.

O curso será ministrado pela advogada Adriana Lo Presti Mendonça. Adriana é mestranda em Constitucionalidade e Direitos da Amazônia/UFAM; especialista em Processo Civil/UFAM; membro da Academia de Ciências e Letras Jurídicas do Amazonas; vice-presidente da OAB/AM gestão 2016/2018; membro da Comissão Nacional da Mulher; e advogada pelo Conselho Federal da OAB 2/16/2018.

Para participar dos cursos, basta se inscrever gratuitamente no site da Defensoria, por meio do link https://defensoriaam.com/esudpam/cursos/. Os cursos são transmitidos via Google Meet, com link disponibilizado na plataforma Coursify (login e senhas para acesso à plataforma serão encaminhados para o e-mail informado na inscrição). Cada curso tem disponibilidade de 95 vagas, para público interno da Defensoria e externo.