Eduardo Braga e Lula emocionam multidão no Monte das Oliveiras

MANAUS1

A emoção tomou conta das mais de 30 mil pessoas que se reuniram na noite desta quinta-feira (16/10), no Monte das Oliveiras (Zona Norte) para ouvir os discursos do senador Eduardo Braga, candidato ao Governo do Estado pela coligação “Renovação e Experiência”, e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Eduardo Braga falou da chuva que caiu em Manaus durante todo o dia no início de seu discurso. “Desde a madrugada choveu. Parece que São Pedro estava lavando a cidade para receber o eterno presidente de todos nós, o presidente Lula”, afirmou, declarando-se fã incondicional do ex-presidente. “Ainda há pouco pedi para fazer um selfie com ele. Ele me perguntou: ‘Tu também?’”.

O sonho de ver um Amazonas próspero, com emprego e renda para seus cidadãos também fez parte do discurso de Braga. “Na época dos Tucanos, o que nós tínhamos era uma Zona Franca enfraquecida. Foi preciso ter um presidente que olhasse para nós não como enteados, mas como filhos legítimos para que a Zona Franca voltasse a gerar empregos”, declarou, embasando sua fala em números: eram 35 mil empregos quando Lula chegou ao governo e 130 mil quando saiu.

Segurança, educação, moradia e saúde de qualidade também fazem parte do sonho que Eduardo Braga tem para o Amazonas e que compartilhou na noite de quinta com a multidão que se reuniu no Monte das Oliveiras para ouvi-lo. “Sonhar é fundamental e eu sonho com o Brasil que seja cada vez mais a cara do povo, a cara do Lula e a cara do Amazonas”, disse.

LULA

Quando Lula começou a falar, a multidão explodiu de emoção e alegria para ver e ouvir o “eterno presidente”, conforme dez entre dez presentes no comício. O petista pediu o voto para a reeleição de Dilma Rousseff e para a eleição de Eduardo Braga ao Governo do Estado, destacando o perfil arrojado e empreendedor e a sintonia de ambos em governar para benefício da maioria.

“O que está em jogo aqui são dois projetos de governo muito diferentes. O deles (Aecio Neves e José Melo) a gente já conhece. Mas o de Dilma e Eduardo é melhor para o Brasil e para o Amazonas”, apontou o petista, enumerando projetos de grande alcance popular que deram certo no Brasil, a exemplo do Bolsa-Família e do “Minha Casa, Minha Vida”.