Eduardo Braga visita Porto da Ceasa e fábrica da Moto Honda

braga ceasa

Na manhã desta segunda-feira, o senador Eduardo Braga, candidato ao Governo do Estado pela coligação “Renovação e Experiência”, visitou a feira e o terminal do Porto da Ceasa e depois seguiu para a fábrica da Moto Honda da Amazônia, onde falou com os colaboradores da empresa.

No Porto da Ceasa, Eduardo Braga falou com os permissionários dos boxes da feira do local. Muitos gritavam frases de apoio à candidatura de Braga. “Tem que ganhar essa para ajeitar nossa feira de novo”, gritou um. Outro se disse confiante na vitória de Braga: “Segundo turno é Dudu na cabeça”.

A boataria promovida pelos adversários de Eduardo Braga também chegou à feira da Ceasa. Uma das permissionárias perguntou ao candidato se era verdade que, caso ele seja eleito, vai tirar os feirantes do local. “Você acha que eu faria uma reforma tão legal aqui para depois tirar as pessoas? Isso é boato”, respondeu Braga.

Uma outra permissionária contou que, ao ir ao escritório da SNPH para pedir autorização para realizar uma pequena reforma em seu box, foi indagada em quem havia votado no primeiro turno. Ao declarar que votou em Eduardo Braga, foi instruída a votar em seu adversário no segundo turno.

HONDA

Depois do Porto da Ceasa, Eduardo Braga seguiu para a fábrica da Moto Honda da Amazônia, onde falou com os funcionários, distribuiu panfletos sobre seus projetos para o Polo Industrial de Manaus (PIM), conversou com diretores, almoçou no refeitório junto aos colaboradores  e, é claro, pediu votos. A receptividade entre os colaboradores da Moto Honda foi ótima.

A candidata a vice, Rebecca Garcia, esteve ao lado de Eduardo Braga na visita à Moto Honda, onde teve também ótima receptividade entre os funcionários da empresa.

Caroline Santos, 18, que trabalha como menor aprendiz na Honda, disse que vai votar novamente no número 15 para o Amazonas voltar a avançar. A aprendiz destacou também o fato de Rebecca ser a primeira mulher a compor uma chapa como vice-governadora na história política do Estado.

“Creio que a Rebecca  no governo vai fazer um papel fundamental, porque a mulher tem maior sensibilidade e visão mais humana para lidar com o povo e observar suas necessidades”, avaliou a funcionária. A Moto Honda emprega 11 mil pessoas e tem o segundo maior faturamento do Polo Industrial de Manaus (PIM).